5 tipos de viajante – com qual deles você se identifica mais?

Fazendo uma pesquisa sobre o perfil das pessoas que viajam, acabei me deparando com esse texto bem divertido, publicado no Jornal Estado de São Paulo. Não era bem o que eu estava procurando, mas confesso que foi o que mais me prendeu a atenção. Cinco tipos de viajantes, descritos em perfis engraçadinhos. Eu me identifiquei com dois e você certamente também vai se identificar com um ou mais deles. Mas não é pra ficar super se levando a sério, hein! Dá uma olhada:

fastfoodViajante Fast-Food

Quer fazer muita coisa em pouco tempo. É do tipo que, se vai passar 10 dias na Europa, tenta encaixar umas 20 cidades no roteiro, para percorrer oito países diferentes. Detesta perder tempo! Faz visitas cronometradas a cada ponto turístico, opta por restaurantes rápidos e sem filas e corre para pegar o próximo trem. A dica para aproveitar um pouco melhor o que cada lugar oferece é respirar e entender que nem sempre dá para visitar todas as cidades de uma só vez.

Já acompanha o blog nas redes sociais? 
Curta a página no Facebook e siga no Twitter e Instagram.

cameralentaViajante Câmera Lenta

É exatamente o oposto do anterior, gosta de apreciar tudo com calma, com poucos pontos turísticos a cada dia, passando horas em um único museu ao invés de visitar três, sentando em cafés e restaurantes sem pressa. A dica é pesar quais atrações merecem ou não uma atenção mais específica, pois nem todas demandam muito tempo para serem visitadas.

Vpinacoladaiajante Piña Colada

Museus? Igrejas? Pontos turísticos? Não, obrigado. Esse viajante só quer saber de curtir a tranquilidade e se deslocar o mínimo possível. Gosta de praia, de ficar de pernas pro ar ou de tomar um drinque na piscina do resort, sem pensar em nada. A dica para quem prefere viajar desta forma é pesquisar antes sobre o local, seja uma cidade ou resort, para evitar dores de cabeça caso seja um período de eventos que vai acabar estressando.

compulsivoViajante Compulsivo

Viaja basicamente para fazer compras. Não importa o tipo de atração que a cidade ofereça, elas ficam em segundo – ou último – plano. O objetivo é passar o dia em busca de lojas em promoção e trazer na mala tudo o que for possível. A dica é tentar achar um espacinho no roteiro para conhecer pelo menos algum ponto turístico básico, que seja característico do lugar.

bymyselfViajante By Myself

Independente, prefere fazer tudo por conta própria. Consegue, sozinho, achar o hotel com melhor preço, o restaurante mais bacana, os lugares mais legais… Basta um mapa na mão (e um pouco de pesquisa). Tem facilidade em fazer amigos em qualquer lugar. A dica é ter bom senso na hora de escolher o que fazer, pois alguns programas e lugares podem ser perigosos para quem está sozinho.

Ilustrações: Reprodução/Jornal Estado de São Paulo

Gostou? Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn0Email this to someone