12 livros para ir a Paris sem sair de casa

livros-sobre-paris

Já falei algumas vezes que os livros foram os responsáveis pelas minhas primeiras viagens, né? Era lendo que eu conhecia – ou imaginava – os lugares. Ainda hoje os livros me fazem viajar muito. Fora que, antes de viajar, adoro ler histórias que se passam nos locais para onde vou. Ainda mais quando o destino é Paris! Aí não dá para resistir…

Curta a página do blog no Facebook!

Li, gostei e recomendo:

Paris para um

De Jojo Moyes, Editora Intrínseca

Nell programou um fim de semana em Paris com o boy, mas, na hora do embarque, ele simplesmente não aparece. Ela, mesmo arrasada, vai sozinha, e acaba sendo ótimo! Fiquei com receio de ser um livro teen, mas não. É gostoso demais de ler e para todas as idades, mostrando como sempre dá para aproveitar a própria companhia, em qualquer lugar. Além da história do título, o livro tem ainda outros contos.

Almoço em Paris

De Elizabeth Bard, Editora Leblon

A história de amor da autora, uma americana que se mudou para Paris depois de se apaixonar por um francês. É uma mistura romance e de livro de receitas – que deixa a gente com água na boca com passo a passo de todos os pratos que ela cita no decorrer da história. E cheio de descobertas que mostram que aprender a cozinhar e construir uma vida nova em outro país têm muito em comum.

Um arquiteto em Paris

De Charles Belfoure, Editora Bertrand Brasil

De passa no início da década de 1940, quando os alemães ocuparam a capital francesa na Segunda Guerra Mundial. O arquiteto é chamado para projetar esconderijos para judeus e, mesmo sem acreditar na causa, se convence (pelo dinheiro) de que vale a pena arriscar sua vida. Vale mesmo? Sem spoilers, só vou dizer que esse livro me pegou de um jeito que li todo em um dia!

livros-sobre-paris-1

A livraria mágica de Paris

De Nina George, Editora Record

Um livreiro que tem uma livraria-barco no Rio Sena e indica livros a cada cliente como uma receita para amenizar os sofrimentos da alma. Só aí já amei. Na história, o livreiro foi abandonado pela mulher e, mais de 20 anos depois, resolve finalmente abrir a carta que ela deixou e, a partir da revelação, sai navegando rumo à Provence e conhecendo outras pessoas que transformam sua vida.

Quando Paris cintila

De Betty Milan, Editora Best Bolso

São crônicas que falam de vários lugares pelo mundo, não apenas de Paris, embora tenha sido a escolhida para dar título ao livro. A autora fala da importância de romper hábitos e transmite com muita sensibilidade a beleza de cada lugar, despertando a imaginação de quem lê.

Na pior em Paris e em Londres

De George Orwell, Editora Cia das Letras

Antes de assumir o pseudônimo e se consagrar mundialmente, o jovem Eric Arthur Blair passou por momentos difíceis tentando uma vida nova. Nesse livro, publicado anos depois, ele lembra suas experiências convivendo com desemprego, noites nas ruas, moradias precárias e amizades com mendigos, enquanto sonhava ser escritor e tentava publicar seus artigos em jornais.

livros-sobre-paris-2

Paris versus New York

De Vahram Muratyan, Editora Intrínseca

É um livro de ilustrações criativas que fazem uma espécie de comparação bem-humorada entre particularidades das duas cidades, mostrando hábitos, cultura, clichês, personalidades e personagens, gastronomia… O autor é artista gráfico, tem origem armênia, foi criado em Paris e viveu uma longa temporada em Nova York.

O código da Vinci

De Dan Bronw, Editora Sextante

A história é um suspense que começa com um crime cometido no Museu do Louvre. O simbologista Robert Langdon é chamado para desvendar os enigmas que cercam o acontecimento e que têm a ver com obras de Leonardo da Vinci que estão nas muitas galerias do local.

Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo

De Sophie Mas, Audrey Diwan, Caroline de Maigret e Anne Berest, Editora Fontanar

Estilosas, cultas, mandonas, mas também românticas… São muitos os adjetivos geralmente atribuídos às mulheres de Paris. Nesse livro as autoras falam de forma franca, informal e bem-humorada sobre vários temas (filhos, relacionamentos, trabalho, entre outros), revelando sentimentos e comportamentos complicados e até mesmo seus segredos e defeitos.

livros-sobre-paris-3

Ainda não li, mas quero ler:

Paris é uma festa

De Ernest Hemingway, Editora Bertrand Brasil

Lançado depois da morte do escritor, relata as memórias do período em que ele morou em Paris (1921 a 1926), quando conviveu com nomes como James Joyce e F. Scott Fitzgerald, e teve os primeiros contatos com livros clássicos de Tolstói e Dostoievski. Está há anos na minha lista e não sei porque ainda não resolvi isso.

E foram todos para Paris

De Sérgio Augusto, Editora Casa da Palavra

Tem tudo a ver com o livro anterior. O autor escreveu sobre a cidade nos anos 20, fazendo uma espécie de guia de viagem com endereços, mapas e itinerários de locais frequentados por artistas que moravam em  Paris na época, como o próprio Hemingway, Fitzgerald, Picasso, entre outros.

Um livro por dia – minha temporada parisiense

De Jeremy Mercer, Editora Casa da Palavra

O autor foi para a França sem dinheiro. Um dia descobriu que poderia viver e dormir na livraria Shakespeare and Company em troca de prestar serviços diários no local e de ler pelo menos um livro por dia. Além da história da livraria, fala também do dia a dia na cidade, com humor.

*Foto principal: Pixaby

Gostou? Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn0Email this to someone