Lugares para curtir a natureza: blogueiros indicam 14 opções 

lugares-para-curtir-natureza-1

A vida urbana tem suas vantagens. Muitas, até. Eu adoro! Mas, tem horas, que tudo que a gente precisa é um lugarzinho calmo, em meio à natureza, para poder renovar as energias. Neste post, mais um da série #blogueirosindicam, tem muitas dicas!

Já acompanha o blog nas redes sociais? 
Curta a página no Facebook e siga no Twitter e Instagram

Passeios para curtir a natureza

Conceição de Ibitipoca (MG)

Quem indica: Flávia Zenke, do Viajando por Aí

lugares-para-curtir-natureza-ibitipoca

Foto: Blog Viajando Por Aí

99,99% das nossas viagens são para lugares com muito verde e atividades ligadas à natureza, pois queremos nos desligar do estresse da cidade grande e nos conectar com a paz e tranquilidade de lugares que tenham aquele azul do mar ou o friozinho da montanha. Um dos que mais amamos e já voltamos 2 vezes foi Conceição de Ibitipoca ou Ibiti para os mais chegados. É um lugarzinho lindo, pertinho de Juiz de Fora (MG), que parece ter sido desenhado à mão. A vila tem casinhas simples cercadas por montanhas cobertas pelo intenso verde. Pousadas charmosas, bares transados, lojinhas de artesanato e gastronomia top, incluindo o delicioso pão de canela, iguaria famosa de lá. Para quem vai passar um final de semana, é impossível não fazer os passeios mais procurados, começando pelo Parque Estadual Ibitipoca – reserve um dia inteiro para aproveitar suas atrações. Outra dica é o passeio de 4 x 4 pela região de Vila Souza, com lindas paisagens pelo caminho até chegar no Rio Grande e embarcar em um bote para um passeio contemplativo. Ibiti ficou em nossos corações e temos certeza que marcará os que forem um dia conhecer também!

Veja mais sobre Ibitipoca no blog Viajando Por Aí.

Pico da Ibituruna, em Governador Valadares (MG)

Quem indica: Débora Resende, do Foco no Mundo

lugares-para-curtir-natureza-ibituruna

Foto: Blog Foco no Mundo

O Pico da Ibituruna está localizado em Governador Valadares, em Minas Gerais. Ele está a mais de mil metros acima no nível do mar e é um dos melhores locais para a prática de voo livre no mundo inteiro, então já dá para imaginar o quão linda é a vista lá de cima, né? O Pico em si é a natureza, e é um lugar super fresquinho e com um clima muito gostoso. São muitas árvores, plantas e pequenos animais, e é possível se hospedar ali, para curtir ainda mais a natureza! Ainda é possível fazer arvorismo, admirar o pôr do sol e ver o lindo Rio Doce do alto!

Veja mais dicas sobre o Pico do Ibuturuna no blog Foco no Mundo.

Inhotim, em Brumadinho (MG)

Quem indica: Gisele Prosdoscimi, do Destinos Por Onde Andei

lugares-para-curtir-natureza-inhotim

Foto: Blog Destinos Por Onde Andei

A dica é um cantinho, ou melhor, um cantão lindo em Minas Gerais, o Museu Inhotim, reconhecido como “Um dos Melhores Museus do Mundo”. Não é à toa que merece este título, porque além de possuir uma grande variedade de obras  de artistas conceituados espalhadas por todo o museu, ainda conta com uma natureza esplendorosa, capaz de encantar crianças, jovens e adultos. Uma dica que vem agradando à todos que o visitam e virou uma paixão nacional, quem conhece não esquece jamais.

Veja mais dicas no blog Destinos Por Onde Andei.

Chapada Diamantina (BA)

Quem indica: Herbert Terra, do Tô Perambulando

lugares-para-curtir-natureza-chapada-diamantina

Foto: Blog Tô Perambulando

A Chapada Diamantina fica localizada no estado da Bahia e abrange 24 municípios, tendo Lençóis como porta de entrada para praticamente todos os seus atrativos, que na maioria das vezes, é realizado por meio de caminhada. Nela está inserido o Parque Nacional da Chapada Diamantina, guardião de muitas riquezas naturais, ocupando cerca de 152 mil hectares, um dos maiores parques de preservação do país fora da região Amazônica. Uma das principais atrações do parque é o trekking através do Vale do Pati, considerado por muitos o mais bonito do Brasil. Porém, este parque não concentra todos os atrativos da região, muitos outros estão localizados ao seu redor. Com todos esses atributos, planejamos nosso roteiro com 11 dias, abrangendo os principais atrativos da região. Nele incluímos o trekking do Vale do Pati, mas é lógico, se caminhar por longas distancia não for a sua praia, basta substitui-lo por outra atividade, o que não falta é diversão na Chapara Diamantina.

Veja mais sobre a Chapada Diamantina no blog Tô Perambulando

Praia do Iporanga, no Guarujá (SP)

Quem indica: Guaci Rhein, do Passeiorama

Um lugar que adoramos conhecer e que fica bem pertinho de São Paulo é a praia do Iporanga, no Guarujá. A praia fica dentro de um condomínio fechado, mas pode ser acessada mediante identificação na portaria. Super organizado e limpo, o condomínio tem várias ruas e no final, fica o acesso a praia. Você estaciona e faz uma pequena trilha (bem marcada e com piso estilo deck de madeira), cercada de plantas e árvores nativas. A praia é limpa, pequena e reservada, com salva-vidas e uma pequena cachoeira bem sinalizada. É natureza preservada e linda por todo lado (fora as casas lindas de admirar!). Ah, leve seu lanchinho, pois lá não existe nenhum tipo de comércio! E chegue cedo: os seguranças disseram que aos finais de semana lota muito cedo e a quantidade de visitantes é limitada.

Veja mais dicas no blog Passeiorama.

Capitólio (MG)

Quem indica: Carolina Belo, do Viajar Correndo

lugares-para-curtir-natureza-capitolio-canions-furnas

Foto: Blog Viajar Correndo

Capitólio está localizada entre a Serra da Canastra e o Lago de Furnas, em Minas Gerais. Essa posição privilegiada faz com que a cidade tenha diversos atrativos naturais. São cachoeiras, piscinas naturais, cânions, lagoas e trilhas. A principal atração é o Lago de Furnas, conhecido como Mar de Minas. É lá que são encontrados os famosos Cânions e a maior concentração de embarcações do estado de MG. A Trilha do Sol, uma propriedade particular, possui diversas cachoeiras. As mais procuradas são a do Grito (dizem que aquele que toma um banho nessa cachoeira e dá um grito deixa todos os seus medos para trás) e o Poço Dourado. Mesmo sendo mais afastado, vale a pena conhecer o Paraíso Perdido (também em propriedade particular). São 18 piscinas naturais e oito cachoeiras. A última delas dá acesso ao Paraíso Proibido. Entretanto, como é outra propriedade, a passagem não é permitida. Além disso, há a Lagoa Azul, o Morro do Chapéu e muitas outras cachoeiras na região. Vale a pena conferir.

Veja mais dicas no blog Viajar Correndo.

Parque Estadual do Ibitipoca (MG)

Quem indica: Klécia Cassemiro, do Fui Ser Viajante

lugares-para-curtir-natureza-parque-estadual-ibitipoca

Foto: Blog Fui Ser Viajante

O Parque Estadual do Ibitipoca guarda uma surpresa em cada trilha. É um dos parques mais importantes de Minas Gerais, com atrações maravilhosas como a Gruta dos Viajantes, a Cachoeira dos Macacos, o Pico do Peão, a Prainha e o cartão-postal do parque, a Janela do Céu. Minha melhor lembrança do parque são os banhos de cachoeira: são daqueles de lavar a alma! Elegi a Cachoeirinha como a minha favorita! A energia do lugar é incrível, renovadora. Pra conhecer todo o parque, vá preparado pra longas – e lindas – trilhas. São três circuitos principais, o maior com 16km e o menor com 5 km (ida e volta). Dá pra aproveitar todas as atrações em três dias de muita trilha, muito banho de cachoeira e muitos suspiros pelas belezas de Ibitipoca.

Veja mais dicas no blog Fui Ser Viajante.

Parque Nacional da Peneda-Gerês, no Norte de Portugal

Quem indica: Susana Almeida, do Falar de Viagens

lugares-para-curtir-natureza-portugal

Foto: Blog Falar de Viagens

Um dos meus locais favoritos para os dias de verão. É o único Parque Nacional de Portugal e é pouco conhecido pelos turistas, que normalmente não costumam ir tão longe. O parque está cheio de cachoeiras, vistas espetaculares, praias, caminhos romanos e vários locais onde se divertir no meio da natureza. Sempre aconselho as minhas visitas a passarem pelo menos um dia ao Gerês, ou mais no caso de serem amantes da natureza. Já na parte espanhola, na aldeia de Lóbios, encontramos termas de água quente que podemos usar gratuitamente (ou pagando, conforme as preferências). São ótimas e é normal ver grupos de pessoas à noite dentro do riacho, aproveitando as águas quentes.

Veja mais dicas no blog Falar de Viagens.

Praia do Rosa (SC)

Quem indica: Deivson Santana, do Capixaba na Estrada

lugares-para-curtir-natureza-praia-do-rosa

Foto: Blog Capixaba na Estrada

A Praia do Rosa, em Santa Catarina, é um lugar é maravilhoso. Tem praia e montanha em um só lugar. Ideal para quem quer ter contato com a natureza. No inverno o friozinho e clima romântico tomam conta do lugar. No verão já tem agito de jovens, principalmente surfistas.

Veja mais sobre a Praia do Rosa no blog Capixaba na Estrada.

Torres del Paine, no Chile

Quem indica: Amanda Trintim, do As Viagens de Trintim

lugares-para-curtir-natureza-torres-del-paine

Foto: Blog As Viagens de Trintim

A Patagônia é um dos destinos mais procurados pelos aventureiros de todo o mundo. O que
muita gente não sabe é que a “rota de fim do mundo” oferece mais que apenas trilhas para treekings. Torres del Paine além de ter as paisagens mais deslumbrantes da região, encanta pela diversidade natural: há geleiras, cavernas, lagos e montanhas com picos nevados. Toda essa área faz parte do Parque Nacional Torres del Paine. Para conhecê-lo é preciso comprar o ticket que vale por três dias e custa, para estrangeiros, CLP 21.000 ou $ 33 USD. E sabe qual é a melhor parte? Dá sim para conhecer Torres del Paine tranquilamente sem precisar fazer o Circuito W – como são chamadas as trilhas que duram três dias no Parque. Por isso, o local acolhe todo o tipo de público, desde famílias com bebês de colo até senhores de idade, casais ou viajantes solos. Quem aluga um carro tem a vantagem de poder rodar todo o Parque, parando nos pontos mais interessantes para apreciar a vista e tirar fotos. Outra opção é ir de ônibus regular que para na Sede Administrativa, onde deve-se pegar um transfer (em média CLP 3.000) para chegar aos diversos pontos dentro do Parque. Além disso, há como fechar com as agências o Full day Tour Torres del Paine – passeio bem turistão, mas outra maneira de conhecer sem precisar realizar o trekking. Seja qual for o roteiro, o importante é ir e poder conhecer um dos destinos de natureza mais bonitos do mundo.

Veja mais sobre Torre del Paine no blog As Viagens de Trintim.

Parque Nacional de Tortuguero, Costa Rica

Quem indica: Filipe Morato, do Alma de Viajante

lugares-para-curtir-natureza-costa-rica

Foto: Rachel Smith

Foi na Costa Rica que vivi uma das mais emocionantes experiências ligadas à vida selvagem: assistir à desova das tartarugas em Tortuguero. Quando cheguei à praia, noite escura, uma tartaruga tinha já feito o buraco no areal. Por indicação dos rangers, fiquei a cerca de um metro de distância (nunca pensei que pudesse assistir a tudo tão próximo da tartaruga). Foi o timing perfeito. Segundos depois, começou a soltar os ovos acompanhados por uma substância gelatinosa que amortece a sua queda na areia. A tartaruga estava numa espécie de transe, explicaram, pelo que nem sequer se apercebia da presença dos visitantes ao seu lado. Ao fim de uns bons trinta minutos, terminou a postura e começou a tapar os cerca de 150 ovos. E eu ali a assistir a tudo a um metro de distância. A vida. A dedicação de uma progenitora. O sacrifício pela continuidade da espécie. Foi um privilégio inolvidável presenciar o milagre da vida diante dos meus olhos, um animal que volta exatamente ao local onde nasceu para desovar e dar continuidade à sua espécie. Fixe este nome: Parque Nacional de Tortuguero!

Veja mais sobre o Parque Nacional de Tortuguero no blog Alma de Viajante.

Bonito (MS)

Quem indica: Dayana Lole, do LolePocket

lugares-para-curtir-natureza-bonito

Foto: Blog LolePocket

Falar de ecoturismo e não citar Bonito é uma coisa difícil. O destino é pura riqueza para quem curte esse tipo de viagem! A variedade de coisas que se tem para fazer vão desde flutuações em águas cristalinas, cujo destaque vai para o Rio da Prata e o Sucuri, a grutas impressionantes, como é o caso da Gruta do Lago Azul e a de São Miguel. As crianças vão à loucura com a quantidade de peixes nos balneários. Os aventureiros vão se fazer nas atividades de rapel, mergulho ou, quem sabe, os dois? Já que o Abismo Anhumas combina essas modalidades. Seja para um feriado prolongado ou férias mesmo, a região, com toda certeza, é recheada de opções.

Veja mais sobre Bonito no blog LolePocket.

Praia da Barra, Rio de Janeiro

Quem indica: Lilian Azevedo, do Uma Senhora Viagem

lugares-para-curtir-natureza-praia-da-barra

Foto: Blog Uma Senhora Viagem

Para curtir natureza sem sair da cidade grande, no Rio de Janeiro há muitas opções e uma delas é o Posto 1 da Praia da Barra da Tijuca, também conhecido como Quebra-Mar, no extremo esquerdo da praia, perto do morro da Joatinga e de onde se tem uma vista belíssima da Pedra da Gávea. O Pier é um pit stop por excelência e a paisagem hipnotiza qualquer um: do lado direito a praia da Barra, em frente duas ilhas, do lado esquerdo o morro da Joatinga, o Canal que liga a Lagoa da Tijuca ao mar e, na maré baixa, aparece a Praia dos Amores. Ali chegam ciclistas que deixam suas magrelas e sentam para admirar a paisagem. É também ponto de partida ou final de caminhadas para pessoas que carregam ou recarregam suas energias apreciando o mar. Casais de diferentes idades parecem tomados por um ar romântico ao contemplar tamanha beleza. No canal é muito comum pessoas praticando stand up paddle e outras de jet skis. Nas pedras têm sempre pescadores e, perto delas, mergulhadores solitários, que não sei se vão pescar ou apenas observar a fauna local. A praia, bem a praia é programa para qualquer horário: de manhã, de tarde ou para ver o pôr do sol. Venha curtir a natureza do Rio de Janeiro nesse simpático cantinho.

Veja mais dicas no blog Uma Senhora Viagem.

E eu?

Na minha viagem mais recente, a Aracaju, capital de Sergipe, fiz alguns passeios maravilhosos e um deles foi navegar pelo Rio São Francisco até o encontro com o mar.

lugares-para-curtir-natureza-encontro-rio-sao-francisco-mar

Sempre fui mais de passeios urbanos que de lugares para curtir a natureza – logo eu, mineira (olha aí MG dominando as indicações dos blogueiros). E mesmo quando viajo para lugares de praia, acabo indo para as cidades maiores e mesclando com programas mais culturais – o que também fiz em Aracaju . Mas esse passeio no Velho Chico me ganhou de cara.

Fiquei deslumbrada com a imensidão do rio, que vai ficando mais e mais largo na medida em que a embarcação avança. Quando vai chegando perto do mar, há dunas de areia onde é possível descer – o visual é incrível. E dá para ver nitidamente onde o rio termina e o mar começa. É um passeio que tem tudo a ver com a cultura brasileira e recomendo demais!

Gostou? Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+1Share on LinkedIn0Email this to someone