um-dia-beto-carrero-world

Como aproveitar o melhor do Beto Carrero World em um dia

Muita gente diz que um dia no Beto Carrero World não é suficiente e que o ideal seria ir dois dias, de preferência se hospedando na cidade de Penha, onde fica o parque, ou em Balneário Camboriu, que é mais perto.

Mas muita gente não tem esse tempo disponível. Foi o meu caso. Eu estava com meus afilhados em Florianópolis e fizemos um bate e volta. Mesmo com o tempo relativamente corrido foi ótimo e conseguimos curtir muita coisa! Se também é o seu caso, esse post pode ajudar.

Curta a página do blog no Facebook!

Um dia no Beto Carrero World

um-dia-beto-carrero-world-entrada

A primeira dica é pegar um mapa na entrada e, antes de começar a andar, decidir mais ou menos o que quer fazer. Assim é possível traçar um roteiro mais otimizado, sem perder muito tempo indo de um lado para outro, porque o parque é bem grande! Fizemos isso, colocando as atrações que ficavam próximas seguidas umas das outras e, só depois, indo para outra área.

O parque é dividido em setores como Terra da Fantasia, Velho Oeste, Madagascar, Aventura Radical, entre outros. Se possível, veja antes na internet o site do Beto Carrero, que tem um mapa interativo, e dê uma olhada nas atrações que mais interessam ou que mais têm a ver com as pessoas/idades que irão ao passeio.

beto-carrero-world-mapa

Imagem: Site Beto Carrero World/Reprodução

O que fazer no Beto Carrero World

Atrações

O dia já começa com a visão incrível do castelo enorme e todo colorido na entrada do parque. É muito lindo!

um-dia-beto-carrero-world-castelo

Depois, lá dentro, entre um brinquedo e outro há esculturas de personagens, ambientes temáticos dos mais diversos (velho oeste, sorvete, entre outros), pedalinho na lagoa, além de brinquedos mais tranquilos como carrossel e carrinho que bate-bate.

um-dia-beto-carrero-world-espaco

Há, ainda, locais para tirar fotos divertidas, especialmente interagindo com estátuas gigantes de animais – dentro da boca do leão ou do tubarão, em cima do navio pirata… E também “personagens vivos” como os do filme Shrek e Madagascar, que em determinados horários interagem com os visitantes.

um-dia-beto-carrero-world-shrek

um-dia-beto-carrero-world-tubarao

Essas atrações não tomam muito tempo. Então o melhor é, enquanto estiver transitando antes ou depois de um brinquedo, ao passar por uma delas, parar, fotografar e seguir. No caso dos personagens, há locais específicos, onde se forma uma fila, e funcionários ficam a postos para tirar as fotos em nossas câmeras e celulares, sendo permitida apenas uma foto por família/grupo, não dá para ir um de cada vez. É bem rápido, mas bem organizado.

A que mais demora é o Zoológico. Além dos animais mais tradicionais, como leões, há também cavalos em baias e pôneis nos quais as crianças podem andar.

um-dia-beto-carrero-world-cavalo

Brinquedos

Conseguimos ir em todos os que queríamos. Só faltou o passeio de bondinho, que deixamos para o fim da tarde, quando o tempo virou e, por causa do vento, estava fechado. Então se o bondinho for essencial para você, vá primeiro. Os mais legais foram:

Crazy River

Uma espécie de “carrinho” faz o trajeto de um rio com correnteza que balança de um lado pro outro, além de uma aguinha jogada de cima – dá para molhar, mas bem pouquinho. É no cenário do filme Madagascar, com alguns personagens pelo trajeto.

um-dia-beto-carrero-world-corredeira

Raskapuska

Um barquinho num tronco de árvore entra dentro de uma “montanha mágica” e vai navegando tranquilamente por cenários de histórias infantis, como castelos, florestas, personagens como Branca de Neve, entre outros.

um-dia-beto-carrero-world-raskapuska1

Free Fall

As cadeiras vão subindo, subindo, subindo… e, de repente, despencam em alta velocidade. Frio na barriga, coração saindo pela boca e muitos gritos.

um-dia-beto-carrero-world-fall

Fire

É a maior montanha russa da América Latina, cheia de loopings, e as cadeiras são presas ao trilho pela parte de cima, deixando as pernas livres. Só para os mais radicais. Eu mesma preferi não encarar!

um-dia-beto-carrero-world-fire

Tibum

O carrinho comporta três ou quatro pessoas. Ele sobe e desce em alta velocidade por um trilho em meio à água, que vem com tudo – principalmente jogada pelo carrinho da frente! É muito divertido, mas molha bastante. Sugiro deixar para o final.

um-dia-beto-carrero-world-tibum1

um-dia-beto-carrero-world-tibum2

Trenzinho

Faz um passeio por uma reserva ecológica que é parte do parque. O espaço tem cenários como dinossauros, cobra gigante, presépio e outros. No meio do trajeto surgem “assaltantes” armados, em cavalos pretos, até que Beto Carrero aparece em seu cavalo branco e salva a todos.

um-dia-beto-carrero-world-trenzinho

Espetáculos

Há diversos shows e espetáculos. Mas, para quem tem apenas um dia, não dá para assistir a todos – a menos que abra mão de alguns brinquedos. Então é questão de escolha. Nós optamos por assistir dois.

Excalibur

É na hora do almoço – aí já dá uma otimizada no tempo, porque ao invés de parar o passeio para almoçar, a gente colocou isso como parte da programação. O ingresso é pago a parte e inclui a refeição. É um espetáculo de luta de cavaleiros em uma arena. Cada um deles se veste de uma cor e, dependendo do local onde cada pessoa está sentada, as torcidas são definidas. A gente recebe uma coroa, tudo bem temático. Não tem como não entrar no clima.

um-dia-beto-carrero-world-excalibur

O sonho do cowboy

Foi o outro que assistimos, já no fim do dia. Também estratégico, porque já tínhamos curtido tudo e aí demos essa parada para “descansar” enquanto, no palco, era representado um musical que se passa no Velho Oeste. Este já é incluso no ingresso. Tudo muito lindo e muito bem feito! Fechamos com chave de ouro!

um-dia-beto-carrero-world-sonho-cowboy

Bate e volta de Florianópolis ao Beto Carrero

A distância é de 114 km. Saímos de Floripa cedinho e chegamos ao parque por volta das 10h – a abertura é às 9h. Passamos o dia todo lá e só fomos embora quando fechou, às 19h. Eu achei que valeu muito a pena. É um lugar que agrada a todas as idades e é impossível não voltar a ser criança!

Como não tinha o blog ainda, não anotei nada e não lembro sequer o nome da empresa. Mas, apesar de ter fechado tudo previamente, quando cheguei lá a primeira coisa que me ofereceram na recepção do hotel foi esse passeio. Mesmo que não te ofereçam, é só perguntar que certamente vão saber informar.

um-dia-beto-carrero-world-madagascar

Dicas importantes: Vá de tênis e roupas confortáveis, pois os espaços são longos e você vai andar bastante. Leve uma muda de roupa na mochila, pelo menos uma blusa, já que alguns brinquedos molham bastante (inclusive nesses brinquedos a mochila/bolsa deve ficar bem protegida, senão vai molhar também). Para economizar, leve água e lanches, pois os preços lá dentro são bem altos. E prefira os dias de semana, que costumam ser menos cheios.

Quanto custa?

O ingresso para um dia no Beto Carrero World custa R$ 140,00 (crianças de 4 a 9 anos) e R$ 155,00 (adultos). Nos meses de Abril e Junho, na compra do passaporte para um dia, o segundo dia é grátis. Nos demais meses, o passaporte para dois dias sai por R$ 235,00 (crianças) e R$ 250,00 (adultos). Os aniversariantes do dia não pagam.

Gostou? Compartilhe!Share on Facebook91Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn0Email this to someone

16 thoughts on “Como aproveitar o melhor do Beto Carrero World em um dia

  1. Nunca fui no Beto Carreiro, mas todas as minhas amigas que tem filhos já foram e ficaram apaixonadas! Se elas ficaram, imagina os filhos! Eu adoro esse castelo da entrada! Me lembra muito as igrejas super coloridas de Moscou e St. Petersburg!

  2. Eu adoro parques de diversão, fui duas vezes ao Beto Carrero, uma vez eu era muito pequena e a segunda pude aproveitar mais os brinquedos, o meu favorito acho que foi o Free Fall, haha muito bom!

  3. O Beto Carrero é um programa que agrada não só as crianças como também os adultos. Fiquei um dia no parque e infelizmente não consegui ir em todos os brinquedos. Bom que já tenho um motivo para voltar.

  4. Esse parque Beto Carreiro parece ser muito legal. Adorei o post, perfeito para quem tem pouco tempo para aproveitar no parque.

    Bjs
    Dani Bispo
    bolonhesa.com

  5. Uau! quanta coisa mudou desde que fui a ultima vez! (tem tempoooo). Adorei esse castelo super colorido, coisa mais linda! As suas dicas de muda de roupa, tenis e até mesmo lanchinho são essenciais pra curtir bem o dia sem stress. Adorei o relato!

  6. Que show! Me sinto envergonhado por não conhecer o parque ainda, passo ali na br que dá a cesso a ele no minimo 8 vezes por mês. Sempre ficamos deixando pra fora da temporada, dia com sol etc e acaba passando, passando e nada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *