Como passar a noite no Aeroporto de Barajas em Madri

O Aeroporto de Barajas, em Madri, é o quarto maior da Europa e um dos maiores do mundo. Para mim, parece até uma cidade! Lá dentro são vários terminais, com trens que você pode (precisa, na verdade) pegar para se deslocar entre eles, além de elevadores e muitas escadas rolantes. E tudo superbem sinalizado, é fácil transitar, embora muitas vezes demorado porque há lugares que ficam longes uns dos outros. Daí vale aquela dica de sempre: chegar com antecedência para não ter erro.

Mas e quando essa antecedência significa “de madrugada”? Foi o que aconteceu comigo. Eu estava em Madri, última cidade de uma longa viagem de férias pela Europa, e meu voo de volta ao Brasil sairia de lá às 6h da manhã. Ou seja, eu precisaria chegar, por norma, às 4h. E, para isso, precisaria sair do hostel em um horário em que o metrô não estaria funcionando. A solução seria pegar um táxi e gastar uns bons euros…

Até que na véspera do voo eu e meu amigo Patrick, que estava comigo nesta viagem, conhecemos a Karol, uma brasileira que também estava a passeio em Madri e tinha um vôo cedinho para Portugal, onde estava morando. Ela comentou que, como o metrô funcionava até a 1h da madrugada, iria para o aeroporto antes disso e passaria a noite lá. Resolvemos fazer o mesmo.

Já acompanha o blog nas redes sociais? 
Curta a página no Facebook e siga no Twitter e Instagram.

Dormindo no aeroporto (ou não)

Saímos um pouco antes de meia-noite e nos encontramos lá com nossa nova amiga. A ideia era dormir ou, pelo menos, descansar, mas foi impossível. Vi muita gente fazendo isso, tanto nos bancos como no chão – e descobri que em Barajas isso é relativamente comum. E é seguro. Mas eu não consegui. Até dei uns cochilinhos… O lado bom é que como eu estava entre amigos, ficamos conversando e assim o tempo foi passando até que deu nossa hora no check-in.

Lembro que o único lugar aberto para comer era o Mc Donalds – lanchinho saudável na madrugada, só que não. E assim, entre batatas fritas, hambúrgueres, conversas, lembranças e risadas, passamos a noite. Foi divertido! Toda vez que me lembro disso me vem à cabeça uma música do Skank, “Sul da América”, que, contraditoriamente, é meio triste. “Dormindo no chão do aeroporto, como se eu fôra um poeta morto, aero acesa a minha esperança, que hoje me alcança, diagonal. Sol nasceu…” Até queria linkar, mas não achei no Youtube. :-/

dormir-aeroporto-barajas-madri

Mas voltando ao pernoite em Barajas, essa questão surgiu novamente na minha viagem mais recente. Meu voo Paris-Rio de Janeiro, pela Iberia, tinha uma conexão em Madri. De 12 horas. À noite. Eu chegaria no aeroporto por volta das 23h30 e embarcaria de novo ao meio-dia do dia seguinte. Estaria sozinha, possivelmente cansada e em um esquema de viagem diferente da anterior. Então resolvi que iria procurar um hotel nas proximidades e assim fiz.

Dormindo em um hotel (aí sim!)

Descobri que há hotéis dentro do Aeroporto de Barajas, mas, por uma questão de preço, acabei optando por um que fica fora. Descobri, também, que muitos desses que ficam próximos oferecem traslado gratuito, o que já é um adianto. Escolhi o Hostal El Cruce.

Do pouco que vi (cheguei meia-noite e saí cedo no dia seguinte, ou seja, só dormi) gostei bastante. Meu quarto tinha duas camas confortáveis, televisão, armário, banheiro ótimo, e paguei 45 euros pela noite. Como era um quarto duplo, esse valor poderia ser dividido, mas eu estava sozinha e, de qualquer forma, achei um preço justo.

pernoite-barajas-madri-hostel

As vans que levam ao aeroporto saem com horário marcado – de hora em hora, e você precisa deixar isso agendado no dia anterior. E o café da manhã custa 5 euros e é pago à parte, mas eu acordei tão cansada e tão lenta para me arrumar que acabei perdendo.

Traslado de Barajas para hotéis

O aeroporto fica no distrito de Barajas, nos arredores de Madri. Para chegar ao Hostal El Cruce, ou a qualquer outro que tenha o traslado (incluído ou pago), o procedimento é o mesmo. Você avisa o horário de chegada do seu voo, para estarem preparados. Ao desembarcar, liga e avisa que chegou e em que terminal está – eu usei um telefone público, coloquei uma moeda de 0,50 e deu o tempo certinho, afinal, foi uma ligação rápida.

Em seguida, é preciso ir para o ponto de transporte dos hotéis. Sim, existe uma parada específica para eles! É a pista ao lado da dos táxis. Saindo do aeroporto, passe pelos táxis, atravesse e você já vai ver a placa indicando a parada dos hotéis, atrás da parada de ônibus. Aí logo as vans vão chegando, todas identificadas com os nomes dos locais. A minha demorou uns 10 minutos. Entrei e foram mais uns 10 minutos de deslocamento (na volta para o aeroporto foi até mais rápido).

Encontre o melhor hotel para se hospedar perto do Aeroporto de Barajas! 
Você não paga nada a mais e ainda ajuda o blog:
    
    Booking.com

Uma noite no do Aeroporto de Barajas

Então fica minha dica – e minha experiência – para quem precisa passar a noite no Aeroporto de Barajas em Madri. Se topa uma aventura, está com grana contada ou precisa economizar, vá antes do metrô fechar e passe a noite por lá. Se prefere algo, digamos, mais “decente” e tem um dinheirinho, reserve um dos hotéis que ficam na região. E boa noite! =)

Gostou? Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn0Email this to someone