Fernando de Noronha: uma viagem inesquecível

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Não conheço Fernando de Noronha e, embora seja adepta do “nunca diga nunca”, acho pouco provável que um dia eu vá conhecer (por motivos que podem parecer bestas, mas que pra mim fazem sentido e não vou falar, fiquem na curiosidade ahaha). Mas fico pesarosa, porque me parece mesmo um lugar incrível, todo mundo que vai ama, diz que é o verdadeiro paraíso, morre de saudade e quer voltar. A Isabel faz parte desse time. É dela o relato maravilhoso e completíssimo para quem quer viajar para Fernando de Noronha. =)

Curta a página do blog no Facebook!

“Nunca tive muito o costume de viajar. Até uns 3 anos atrás mais ou menos, eu nunca tinha nem andado de avião! Mas, em dezembro de 2012, meu pai teve a grata surpresa de ser sorteado na festa de final de ano da empresa com uma viagem para Fernando de Noronha, ou melhor dizendo, para o paraíso. No início achei que seria uma viagem de lua de mel dele com minha mãe (eles mais do que merecem), mas ele resolveu presentear minha irmã e eu. E eu quase caí dura pra trás!

Começamos então a planejar a viagem. De início, a agência nos informou que só poderíamos ir na baixa temporada, então, escolhemos outubro. De cara (e indicando também), fomos super bem atendidos pela Gabriele Small, da agência Tour Member, no Rio de Janeiro.

Pra mim, que nunca havia planejado uma viagem, mesmo sendo curtinha, foi essêncial toda a assistência que ela deu a nós, desde a escolha da pousada, até as orientações quanto às taxas que precisam ser pagas para permanecer na ilha, a Taxa de Preservação (TPA), que é calculada em cima do número de dias que você ficará lá (o preço atual está R$51,40). Isso tem que ser feito antes da viagem, pois assim que você chega ao aeroporto de Noronha é necessário apresentar o comprovante.

Pois bem, chegou o grande dia! Para chegar a Fernando de Noronha, foi necessário fazer escala em Recife, de onde saem os vôos para a ilha (dois por dia, sempre a tarde). São cerca de 40 minutos de vôo, e já de dentro do avião, a vista é de tirar o fôlego!

No nosso pacote de viagem, contamos com o transfer do aeroporto para a pousada, outro serviço de extrema necessidade, já que não é tão simples assim se deslocar dentro da ilha. Outra informação importante: ao chegar na ilha é necessário pagar a taxa para poder fazer os passeios (R$81,00 para brasileiros e R$162,00 para estrangeiros). Existem guichês espalhados por lá onde é possível se cadastrar e retirar o cartão de acesso as praias.

Ficamos hospedadas na Pousada Simpatia da Ilha. Um lugar simples, mas extremamente aconchegante, perto de farmácias, variados restaurantes e a cerca de 10 minutos da Praia do Cachorro, uma das praias que visitamos. Fomos muito bem recebidas, tivemos todas as nossas dúvidas esclarecidas, e nosso quarto era uma graça, estilo chalézinho. Toda a pousada conta com serviço de wi-fi (graças a Deus, porque é muito dificil um celular funcionar em Noronha) e café da manhã incluído.

pousada-fernando-de-noronha

No nosso primeiro dia na ilha, não conseguimos fazer nenhum passeio. Os vôos chegam tarde, então é se estabelecer na pousada, descansar e procurar algum agito noturno. No nosso pacote, ganhamos de presente a entrada no Bar do Cachorro (se não me engano, custa R$15,00), que ficava bem perto da nossa pousada e pudemos ir andando. O local é bastante conhecido em Noronha e pudemos curtir a “Noite do Forró”. Se quer um conselho, chegue cedo, porque lota!

No dia seguinte, fizemos o primeiro passeio! Agendamos os dois passeios que fizemos através do site Ilha de Noronha e posso dizer que valeu muito! Tanto por e-mail, como pessoalmente, fomos super bem atendidos e pudemos fazer nossos passeios com muita tranquilidade.

O primeiro foi o “Ilha Tur”. O guia da pousada foi nos buscar as 8h (sim, o passeio dura o dia todo!) e fomos conhecer diversas praias.  Vale lembrar que o guia do passeio te leva de volta para a pousada no fim do dia.

Encontre e reserve sua hospedagem em Fernando de Noronha:

    
    Booking.com

A primeira parada foi na Praia do Leão, onde apenas pudemos apreciar a vista e conhecer um pouco mais da história. Na segunda parada, visitamos a Praia do Sueste. Para quem desejar, o guia acompanha no mergulho com uso de nadadeiras, máscara e snorkel. Vale muito a pena, conseguimos ver Tartarugas Marinhas, diversos peixes e aproveitar bastante as águas calmas. Na terceira parada do dia, antes do almoço, conhecemos a que, pra mim, é umas das praias mais lindas do mundo. A Baía do Sancho.

foto8

Para chegar até lá, é necessário fazer uma trilha, que infelizmente, não está apta a receber idosos e deficientes físicos, devido à quantidade de escadas e pedras escorregadias. Já na caminhada da trilha, a vista é incrível, INCRÍVEL. Eu nunca vi nada igual. O visual mais lindo de todos, que rendem ótimas fotos e uma lembrança na memória pra nunca mais esquecer. Quando chega a praia, não é diferente. Águas claras e tranquilas, ótima pra relaxar!

Na quarta parada, após o almoço, fomos conhecer a praia Cacimba do Padre e a Baía dos Porcos, uma do lado da outra. Cuidado extra na Baía dos Porcos, pois o caminho é cheio de pedras escorregadias, mas o visual é lindo.

E logo depois, a Cacimba do Padre, que parece mais um cenário de filme de tão lindo. Conhecemos também o famoso Buraco da Raquel, uma lenda antiga de Noronha, que diz que Raquel, filha de um militar, costuma procurar o local para encontros amorosos. A praia é proibida para banho, mas vale conhecer pela história e pela bela vista.

Nosso passeio se encerrou com o maravilhoso por do sol no Morro Dois Irmãos. A imagem por si só já diz muito. Perfeição.

Nosso terceiro dia em Noronha foi repleto de emoções. O segundo passeio que fizemos foi o “Passeio de Barco na Baía dos Golfinhos”. Seguimos de carro até o Porto de Santo Antonio e, de lá, pegamos a embarcação rumo à Baía dos Golfinhos. Um fato super curioso desse dia foi o guia dizer que, no passeio do dia anterior, os golfinhos não apareceram. E quando ele acabou de dizer isso, cerca de 20 a 30 golfinhos apareceram pra nós, dando um show! Foi emocionante. Com certeza é um dos passeios que mais recomendo.

foto14

Neste passeio, tivemos a oportunidade também de passear mais um pouco de barco, indo até a Ponta da Sapata, e parando mais uma vez no Sancho para um mergulho de 30 minutos. Almoçamos em um restaurante super simpático, o Flamboyant, que fica na Vila dos Remédios, muito pertinho da pousada onde ficamos. Restaurante Self-service, com decoração toda voltada para o Rock nacional e internacional. Para quem procura um lugar barato pra comer (o que é bem difícil em Noronha) e com bom atendimento, é só ir lá!

Finalizando nossa viagem, no último dia tinhamos poucas horas e resolvemos andar até a Praia do Cachorro, que ficava bem perto da nossa pousada. Uma praia muito tranquila, foi perfeita pra encerramos nossa viagem. Resumindo, eu recomendo MUITO essa viagem. Mesmo sendo poucos dias, conseguimos aproveitar muito e, com certeza, eu vou voltar! Pode sair um pouco mais caro do que ir pra alguns lugares da Europa, por exemplo. Mas, com certeza, é um passeio que você nunca mais vai esquecer. Boa Viagem!”

Serviços:

– Pousada Simpatia da Ilha: Rua do Sol, 145, Vila dos Remédios, Fernando de Noronha / (81) 3426-8398
– Restaurante Flamboyant: Rua São Miguel, 638, Vila dos Remédios, Fernando de Noronha
– Passeios Ilha de Noronha: reservas@ilhadenoronha.com.br / (81) 3076-9777
– Tour Member Agência de Viagens: Rua Visconde de Pirajá, 414, Ipanema, Rio de Janeiro / (21) 2132-8829
* Por: Isabel Bind
Fotos: Arquivo Pessoal
Gostou? Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn0Email this to someone