Museu do Amanhã no Rio de Janeiro

Desde que foi inaugurado, em dezembro de 2015, o Museu do Amanhã, localizado na Praça Mauá, área portuária do Rio de Janeiro, virou a principal atração da cidade, tanto para moradores como para turistas. Todos os dias, em todos os horários, as imagens mostravam filas e mais filas.

Várias vezes pensei em ir conhecer, mas desistia… Esperei passar os dias de calor torrencial do verão, os dias chuvosos do outono… Mas parece que o “boom” inicial nunca passava! Até que meu primo Ricardo veio um fim de semana para o Rio, no comecinho de junho, e me chamou para ir.

Curta a página do blog no Facebook!

Como é o Museu do Amanhã

museu-do-amanha

Definido como “um museu de ciências diferente”, o local oferece um percurso que vai da origem do universo à construção de amanhãs possíveis. “Um ambiente de ideias, explorações e perguntas sobre a época de grandes mudanças em que vivemos e os diferentes caminhos que se abrem para o futuro. O Amanhã não é uma data no calendário, não é um lugar aonde vamos chegar. É uma construção da qual participamos todos, como pessoas, cidadãos, membros da espécie humana”, diz o site.

Como as entradas acontecem de hora em hora, em número limitado, muita gente, mesmo chegando cedo, precisa esperar na fila até conseguir entrar. Mas, depois de um tempo os ingressos passaram a ser vendidos pela internet, o que já facilita bastante. Para comprar, é só acessar o site o oficial (alguns dias de antecedência, porque na véspera pode ser que já tenha esgotado) e escolher o horário.

museu-do-amanha

Compramos para as 15h e pudemos chegar com calma, passear pela parte externa, tirar fotos… Pena que o dia estava com tempo fechado, mas, de qualquer forma, é possível apreciar o visual. A revitalização da área portuária ficou realmente muito boa e o Museu deu uma nova cara para o lugar! Resta torcer para que a segurança e os cuidados não sejam só “para gringo ver” e continuem depois que as Olimpíadas terminarem (sim, estou pessimista, mas espero estar errada).

Visita ao Museu do Amanhã

museu-do-amanha-dentroBom, às 15h em ponto, hora do nosso ingresso, fomos até a portaria e entramos tranquilamente. O problema é que lá dentro já tinha uma fila enorme, onde ficamos cerca de 1h até podermos entrar na parte inicial do museu. Os espaços são sequenciais, embora seja possível circular em todas as direções, mas o início é obrigatório porque é um vídeo, em uma sala fechada. Essa é a única parte que não permite fotos ou vídeos.

No geral, eu achei mais bonito/interessante do que bom. É muita leitura (sempre em português, inglês e espanhol), muita mesmo, e (quase) ninguém tem paciência para ler tudo. Fora que não dá para absorver tanta coisa, chega uma hora que cansa.

Gostei bastante do vídeo inicial, exibido em 360 graus em um espaço redonda, e das partes mais interativas, como o joguinho que mostra o quão ecológico você é ou não (preciso contar que, do grupo que estava comigo, fui a mais bem colocada ehehe).

Tem uma parte com fotos bacanas e mesmo as informações são bem interessantes – eu adoro o tema e passaria horas e horas lendo ou conversando a respeito – mas, nesse formato, acabaram ficando cansativas.

A colunista do jornal O Globo Cora Ronai definiu assim: “Entendi mais como experiência do que como museu no sentido tradicional da palavra. Lá estão imagens e dados oferecendo informação e propondo reflexões e ideias, como uma espécie de recorte concreto da internet”. Concordo!

Encontre o melhor hotel para se hospedar no Rio de Janeiro!

    
    Booking.com

E acho que a visita ao Museu do Amanhã vale sim a pena! O local é lindo por dentro e por fora, uma arquitetura diferente, superbem-cuidado e é um passeio interessante. Além do acervo, há também exposições temporárias, palestras e outras atividades, que podem ser consultadas no site.

E logo em frente fica o Museu de Arte do Rio (MAR), que já visitei em outras oportunidades e é maravilhoso. Para quem quiser ir aos dois, há uma opção de ingresso “combo”.

museu-do-amanha-praca-maua

Como chegar

museu-do-amanha-mariana-viaja

– De ônibus, em uma das linhas que parem na Praça Mauá. Pelo site Vá de ônibus é possível consultar as opções.
– De metrô, saltar na estação Uruguaiana e caminhar alguns minutos, com todo o cuidado e atenção que uma caminhada pelo Centro da cidade exige!
– De trem, saltar na Central do Brasil e ir caminhando ou pegar o ônibus 225, que deixa no local.
– De barca, desembarcando na Praça XV e tomando um ônibus até a Praça Mauá ou caminhando cerca de 20 minutos.
– De VLT:  Sai das estações de metrô Cinelândia e Carioca epassa bem em frente ao museu.

Serviço:

Museu do Amanhã
Endereço: Praça Mauá, 1 – Centro, Rio de Janeiro/RJ
Funcionamento: de terça a domingo, 10h às 17h
Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)
Ingresso “combo” Museu do Amanhã + MAR: R$ 16,00 (inteira) e R$ 8,00 (meia)
Mais informações e venda online no site oficial.

Para ler ouvindo:

Gostou? Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn0Email this to someone