Observatório do Top of The Rock em Nova York

Os arranha-céus são uma das marcas registradas de Nova York. Em alguns deles é possível subir para observar a cidade do alto, mas dois são os mais conhecidos e concorridos: o Empire State Building e o Top of The Rock. Quando fui, estava muito na dúvida se valia a pena ir em ambos ou se bastaria ir em um – e qual.

Curta a página do blog no Facebook!

Empire State ou Top of The Rock?

O Top of The Rock fica lá no último andar!

O observatório do Top of The Rock fica láaa nos últimos andares!

O primeiro é um dos maiores e mais famosos arranha-céus de NY, aparece em muitos filmes, tem todo um glamour. O segundo é um pouco ‘menos alto’, mas de lá se vê melhor o Central Park e também a clássica vista da cidade com o Empire State (foto acima).

As opiniões eram diversas e deixei para resolver quando chegasse lá, levando em conta o tempo disponível e a grana também, porque o preço do Top of The Rock é US$ 30,00 e do Empire State é US$ 46,00. Somando os dois, US$ 76,00 (uma conversãozinha rápida, isso dá quase 300 reais!)

Como fiquei na casa de uma amiga, falei sobre isso e ela de cara disse o Top of The Rock. Acho que eu já estava tendendo mesmo a isso…

Resolvi então ir logo no primeiro dia e, depois, se fosse o caso, iria no Empire State também, o que acabou não acontecendo. E não me arrependi!

 

Top of The Rock: dicas e minhas impressões

O observatório do Top of The Rock fica entre os andares 67 e 70 do edifício Rockefeller Center (50th Street, entre 5th Avenue e 6th Avenue, estação de metrô 47-50th, linhas B, D, F ou M) e funciona das 8h à meia-noite (o último elevador sobe às 23h).

Pista de patinação no gelo e estátua de Prometheus na entrada do Rockefeller Center

Pista de patinação no gelo e estátua de Prometheus na entrada do Rockefeller Center

Quem quiser pode comprar o ingresso antecipado pela internet no site oficial.Os horários de subida são fixos, com número determinado de pessoas em cada um deles. Eu comprei na hora mesmo e nem precisei enfrentar fila. O guardinha então me levou para o lugar onde devia aguardar para subir e aí sim tinha uma filinha, mas coisa pouca.

Encontre o melhor hotel para se hospedar em Nova York!

    
    Booking.com

top-of-the-rock

#ficaadica

Ao entrar no elevador, confesso que tomei um susto. As luzes se apagam quando a porta fecha e o teto é transparente (depois vão passando umas imagens e jogos de luz). Mas o bom que é a subida é rapidíssima (li em algum lugar que é o elevador mais rápido da cidade) e logo chegou.

E lá em cima eu curti muito! Altura não é exatamente algo que me dê medo, mas também não é algo que eu aprecie com tranquilidade. Digamos que sou cautelosa. eheheh

A proteção em um dos andares é apenas por vidro, não há grade ou nada do tipo. Isso me deixa, digamos, um pouco desconfortável… Sendo assim, chegar na beiradinha pra olhar pra baixo, nem pensar. Mas até que consegui ir bem perto.

Vista de Nova York

vista do Top of The Rock é incrível, a sensação de poder ver toda a imensidão daquela cidade linda… O Central Park estava seco por causa da época do ano, mas, ainda assim, deslumbrante. Do outro lado, Manhattan e muito além, dava pra ver até a Estátua da Liberdade.

Uma das vistas mais tradicionais de NY

Uma das vistas mais tradicionais de NY

Vista do Central Park

Vista do Central Park

Outra dica do Top of The Rock é que há um tipo de ingresso um pouco mais caro (US$ 45,00) que dá direito a subir duas vezes – uma durante o dia e outra à noite. Quem já foi, recomenda, porque são vistas bem diferentes e a cidade iluminada deve ser mesmo demais!

Por essas e outras, minha lista com o que fazer em Nova York em uma próxima visita fica cada vez maior.

Antes de viajar para o exterior faça um seguro!
Seguro viagem america do norte 728x90
Gostou? Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn0Email this to someone