Onde ficar em Santiago, no Chile: minha experiência no Hotel Diego de Velazquez

onde-ficar-em-santiago-hotel-diego-de-velazquez

Nas minhas pesquisas para saber onde ficar em Santiago, no Chile, li ótimas recomendações sobre a Providencia. É uma das principais regiões de comércio da cidade, segura, com bom custo benefício, fácil acesso e muito procurada por brasileiros.

Foi lá que me hospedei logo ao chegar, no Hotel Diego de Velazquez. Na hora do check-in vi que um dos funcionários era brasileiro, o Gabriel, solícito como todos os outros, mas com um diferencial: me deu todas as informações e dicas em português!

Curta a página do blog no Facebook!


Ele me ajudou com a mala até o quarto e, ao entrar, fui surpreendida positivamente. O que fiquei era enorme! Tinha uma cama de casal delícia com dois criadinhos dos lados, uma mesinha com cadeiras, uma cômoda com espelho, o frigobar, a TV… E, ainda assim, espaço para circular, não era tudo juntinho como na maioria dos quartos que a gente (eu, pelo menos) está acostumado a ver. Cada vez que entro fico mentalmente cantarolando aquela música “Cabem três vidas inteiras/ Cabe até uma penteadeira…”, da Banda Mais Bonita da Cidade – quem lembra? Hahaha

onde-ficar-em-santiago-hotel-diego-de-velazquez-quarto

onde-ficar-em-santiago-hotel-diego-de-velazquez-quartoo

Na entrada tinha ainda um minicorredor com armário e a porta para o banheiro, que era ótimo: uma banheira com o chuveiro quentinho e também um secador de cabelos – item superútil, acho que todo hotel devia ter. Eu acordava cedo e, vencida a preguiça de sair daquela cama tão boa, lavava o cabelo e já saía com ele seco, porque com média de 7 ou 8 graus, que era mais ou menos o que fazia pela manhã, não tinha como sair com ele molhado.

O serviço de quarto também era ótimo, sempre que voltava encontrava tudo arrumadíssimo! E o wi-fi tinha um sinal perfeito no quarto e em qualquer espaço do hotel – é só pedir a senha na recepção quando fizer o check-in.

onde-ficar-em-santiago-hotel-diego-de-velazquez-entrada-quarto

onde-ficar-em-santiago-hotel-diego-de-velazquez-banheiro

Lazer

No mesmo andar do meu quarto ficava a piscina, com várias cadeiras ao redor. E um lounge bem bacaninha para sentar, bater um papo… Imagino que no verão deve ser um ambiente ótimo. Tinha, também, um espaço de academia, com bicicleta, esteira… não sei se isso encaixa exatamente como lazer, né? 😛

onde-ficar-em-santiago-hotel-diego-de-velazquez-lounge

onde-ficar-em-santiago-hotel-diego-de-velazquez-piscina

onde-ficar-em-santiago-hotel-diego-de-velazquez-academia

Para comer

Mas vamos ao que interessa! O café da manhã, servido de 7h às 10h, é bem completo. Pães salgados e doces, bolos, tudo muito gostoso. Tinha um bolinho que parecia um sonho (sonho literal, aqueles de padaria mesmo). Além de manteiga, geleia, frios (um queijo branco maravilhoso), frutas, achocolatado e as bebidas tradicionais: leite, chá e café.

O próprio hotel tem também serviço de restaurante, tanto com entrega no quarto, como em um espaço externo na calçada, que em alguns dias tem até música ao vivo.

Aliás, opções de restaurantes e lanchonetes não faltam por perto. Na mesma rua (só atravessar) tem vários, de todos os estilos – fast foods, japonês, bares, pizarias… Só dar uma volta e escolher. Apesar desse movimento, não tive nenhum problema com barulho para dormir.

onde-ficar-em-santiago-hotel-diego-de-velazquez-cafe2

onde-ficar-em-santiago-hotel-diego-de-velazquez-cafe3

onde-ficar-em-santiago-hotel-diego-de-velazquez-cafe1

E bem em frente ao hotel fica um mercado da rede Big Jonh (há vários na cidade). Perfeito para comprar água, refrigerante, bolachas, salgados, chocolates, enfim… itens para um lanche rápido ou mesmo para deixar na bolsa e ir comendo durante o dia entre um passeio e outro.

Faça sua reserva!

    
    Booking.com


Localização

O Hotel Diego de Velázquez fica a uma quadra da Av. Providencia, onde tem muitas lojas e comércio no geral.

onde-ficar-em-santiago-hotel-diego-de-velazquez-providencia

Além de ter duas estações de metrô bem perto – Pedro de Valdívia e Los Leones, ambos da Linha 1 (Vermelha), também possibilita ir a pé para alguns lugares que estão sempre recomendados nos roteiros de quem vai a Santiago.

Entre eles o Sky Costanera, edifício mais alto da América Latina, de onde se tem uma vista panorâmica do mirante do 61º andar; e o Restaurante Giratorio, que fica no 18º andar e, como o nome sugere, vai girando, mudando o visual enquanto os ótimos pratos são servidos. Certamente uma boa opção para quem procura onde ficar em Santiago.

onde-ficar-em-santiago-hotel-diego-de-velazquez-frente

Serviço:
Hotel Diego de Velazquez
Endereço: Guardia Vieja, 150, Providencia
Preço médio da diária para dois: R$ 400,00 (pesquisa no Booking em Set/17, sujeito a alterações)
Clique aqui para ver datas, preços e reservar.
Mais informações: reservas@hoteldiegodevelazquez.com

* Agradeço ao Hotel Diego de Velazquez pela cortesia nas diárias, mas deixo claro que este texto reflete somente minha opinião pessoal, mantendo meu compromisso de transparência com os leitores.

Gostou? Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn0Email this to someone