Onde se hospedar em Cuba?

Uma coisa que muita gente me pergunta é a respeito de hospedagem em Cuba. Passei uma semana em Havana no apartamento de uma senhora super simpática, a Dona Maria Lídia, num quarto privado bem bom, arrumado com muito carinho. Tinha uma cama de casal e uma de solteiro (escolhi ficar sozinha, mas há a opção de compartilhar), frigobar e e uma sacadinha com vista ao longe para o mar (foto acima).

O banheiro era compartilhado fora do quarto, mas sempre limpo. E ela oferecia café da manhã (café, leite, achocolatado, frutas, suco, pão e frios). Tudo isso por um preço que, em 2013, foi equivalente a 25 dólares a diária (e, dependendo de quanto tempo se deseja ficar, dá até para negociar um descontinho no valor final).

hospedagem-casas-particulares-cuba-quarto

Não sei como estão as coisas agora que Fidel e Obama fizeram as pazes, mas acredito que (ainda) não deve ter mudado na prática. Quando fui, todos os hotéis eram propriedade do Estado, assim como todos os estabelecimentos comerciais. Eram lugares luxuosos, ao contrário de tudo lá, e, por isso, caríssimos. São abertos à visitação, como pontos turísticos mesmo, e são lindos, vale a pena conhecer. Mas, para me hospedar, preferi uma alternativa que não só fosse mais econômica, mas que também me proporcionasse a oportunidade de conviver com a realidade local: ficar na casa de cubanos.

Curta a página do blog no Facebook!

Hospedagem em casas particulares em cuba

Eu e Irina

Eu e Irina

Fiz várias pesquisas na Internet e em algum lugar que infelizmente não me lembro qual (adoraria dar o crédito) achei o relato de uma menina contando que tinha ficado na casa de uma senhora. Ela deixava também o contato da pessoa que faz a intermediação dessa hospedagem, já que lá não se tem (ou, pelo menos, não se tinha) acesso à Internet: Irina Cascaret que, por trabalhar com TI, tinha e-mail. Escrevi falando que estava planejando ir e ela logo respondeu. Continuamos trocando e-mails, conversando, até definirmos tudo direitinho. Também através dela fechei com um taxista que foi me pegar no aeroporto. E continuamos em contato mesmo depois da minha volta.

Uma informação importante: se hospedar em casas particulares não é ilegal, é seguro, funciona como um hostel mesmo.Esse tipo de trabalho é autorizado pelo governo cubano, que, depois que foi assumido por Raúl Castro, passou a permitir que as pessoas tivessem pequenos negócios privados, como alugar quartos, usar seus carros como táxis, vender comidas na porta de casa, etc. Não é preciso pagar adiantado, apenas quando chegar, e ela dá até um recibo. Quem tiver interesse, o e-mail da Irina é irina.cascaret@nauta.cu Ela tem também um site no qual posta informações sobre o país e sobre as casas para hospedagem. Ah, podem dizer que eu indiquei (espero que ela se lembre de mim! rs)

Melhor lugar para ficar em Cuba

hospedagem-casas-particulares-cuba-predioO prédio onde fiquei era bem antigo, como praticamente todos por lá, mas bem arrumadinho e com uma ótima localização, supercentral, pertinho do Capitólio e de outros lugares turísticos. Fiz bastante coisa a pé. Só precisei de ônibus para ir à praia (Playas del Este) e ao bairro de Vedado. No caso, utilizei o ônibus turístico, daqueles que têm várias paradas e se pode descer e subir quantas vezes quiser. Achei uma opção melhor que os ônibus locais e o preço era o equivalente a 5 dólares.

E por falar em dinheiro, lá eles possuem duas moedas. O peso cubano, para os moradores, que vale superpouco, e o CUC, para turistas, cuja cotação é a mesma do dólar. Mas como lá não fazem (ou não faziam) câmbio de dólar, a dica é levar Euro. Troque um pouco no aeroporto para as despesas iniciais (táxi, hospedagem, primeiro lanche, etc), depois troque o restante no centro da cidade, onde as taxas das casas de câmbio são mais baixas.

Antes de viajar, faça o seu seguro!
Seguro viagem america central 728x90
Gostou? Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn0Email this to someone