Projeto Tamar em Florianópolis – e onde mais ver tartarugas marinhas no Brasil

A primeira vez que tentei visitar o Projeto Tamar foi na Bahia, mas caiu um temporal e acabei desistindo. Um tempo depois, fui para Florianópolis, em Santa Catarina, com meus afilhados e incluí esse passeio na nossa programação.

Foi ótimo, porque é algo que agrada a pessoas de todas as idades, dá pra ver as tartarugas de pertinho (tão lindas!), além do fato de o projeto em si ser uma ideia maravilhosa, com foco na preservação das espécies ameaçadas de extinção e nos cuidados com esses animais.

Curta a página do blog no Facebook!

História do Projeto Tamar

O início do projeto, segundo informações do site oficial,  foi com um grupo de estudantes da Faculdade de Oceanografia no Rio Grande do Sul que organizava expedições a praias desertas para fazer pesquisas acadêmicas. Em uma das vezes, viram que havia muitos rastros na areia, mas não perceberam que eram causados pelas tartarugas que, durante a madrugada, iam à praia desovar. Até que viram pescadores matarem 11 tartarugas e, chocados, começaram a se dedicar profissionalmente à conservação marinha.

Tartaruga marinha em Florianópolis

Tartaruga marinha em Florianópolis

Thales em um dos tanques de observação

Oficialmente, o Projeto Tamar foi criado em 1980 pelo antigo Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal (IBDF) – hoje Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente) – e é reconhecido internacionalmente como uma das experiências mais bem sucedidas de conservação marinha, sendo modelo para outros países. O nome Tamar é a junção das sílabas iniciais de TArtarugas MARinhas.

Hoje o Tamar protege cerca de 1.100 quilômetros de praias e está presente em 25 localidades, em áreas de alimentação, desova, crescimento e descanso das tartarugas marinhas, no litoral e ilhas oceânicas dos estados da Bahia, Sergipe, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina.

Encontre e reserve sua hospedagem em Florianópolis:

    
    Booking.com

Visita ao Tamar em Florianópolis

Carol e Thales "nascendo" dos ovos

Carol e Thales “nascendo” dos ovos

Em Floripa o centro de visitantes é um local bem espaçoso, superbacana, agradável, dá para passar uma tarde divertida. Recomendo! São 5 grandes tanques de observação e é uma delícia ficar vendo as tartarugas nadarem! <3

Tem também um espaço infantil para desenhar, sala de vídeo explicando sobre o projetos, réplicas de tartarugas em tamanho natural, lugares divertidos para tirar fotos – tipo dentro de um ovo de tartaruga ou no casco – e uma lojinha com vários produtos.

O Projeto Tamar Florianópolis fica na Barra da Lagoa, bem pertinho da praia, e abre todos os dias, mesmo fins de semana e feriados, de 9h30 às 17h30. A entrada custa 12 reais (inteira) e 6 reais (meia). Crianças com até 1,20m de altura não pagam.

Os centros de visitantes também estão em outras 7 cidades: Praia do Forte e Arembepe (BA), Fernando de Noronha (PE), Aracaju (SE), Regência e Vitória (ES), Ubatuba (SP). Em todas elas é possível ver as tartarugas marinhas e, em algumas há ainda a possibilidade de acompanhar a desova ou a volta delas ao mar. As espécies de tartarugas também variam de um lugar para o outro.

Gostou? Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn0Email this to someone