Como fazer uma blusa Girl Power personalizada com menos de 20 reais

blusa-girl-power-personalizada-como-fazer

Quando comecei a fazer a primeira temporada de vídeos e criei o cronograma vi que teria um ao vivo na véspera do Dia da Mulher. Pensei num tema relacionado e logo pensei também em usar uma blusa Girl Power.

Pesquisei algumas opções na internet, mas eram feias e caras. Aí comentei com o Silvio, meu amigo e responsável pelo meio figurino nos programas, e ele sugeriu fazer customizada. Eu já tinha pensado nisso e adorei a ideia: bordar as letras com lantejoulas.

Aprendi a bordar ponto-de-cruz ainda criança e, modéstia à parte, sempre fui boa nisso. Bordei muita coisa até o início da vida adulta, quando o tempo para isso ficou escasso e a vontade também passou. Mas a prática fica, né? Ok que o bordado de lantejoulas não é a mesma coisa, mas é um princípio parecido, então pra mim foi bem tranquilo fazer.

Curta a página do blog no Facebook!

Blusa personalizada

Primeiro eu comprei a blusa na Citycol – é uma loja aqui no Rio bem popular  (no sentido de preço mesmo). Custou R$ 12,90. Quem tem preconceito (muita gente tem, viu) pode comprar em outra loja pelo triplo ou mais, a escolha é a seu gosto. Eu quis um modelo mais larguinho, então fiquei com a M. Mas aí também vai do estilo que cada pessoa prefere.

Depois eu imprimi o que eu iria bordar. Fiz no Word, escolhi uma fonte, medi mais ou menos o tamanho que eu queria que ficasse na blusa e fiz pelo computador um traço nesse mesmo tamanho para medir a letra. A impressão na papelaria custou R$ 0,50.

Aí comprei as lantejoulas. Tem lugar que vende por peso, por quantidade. O que achei era um pacotinho fechado com mil (era óbvio que daria e sobraria, mas, na dúvida, leve o modelo impresso que os vendedores podem ter uma noção). Foi R$ 3,99.

Material pronto, mãos à obra! Não demorei muito a fazer, acho que umas duas tardes. Valor total de R$ 17,40. E já antecipo aqui o resultado e como ficou no vídeo.

blusa-girl-power-personalizada1

Passo a passo

O Silvio me ensinou a fazer o risco com sabonete – aqueles cotocos que sempre sobram no chuveiro. Só colocar o papel impresso por baixo e riscar na blusa. Eu só tinha de cores claras, um amarelo e um rosa. Usei o rosa que ficou mais nítido, mas mesmo assim bem sutil.

blusa-girl-power-personalizada

Inicialmente tinha pensado em riscar de lápis, mas ele disse que, em caso de erro, o sabonete é mais fácil de tirar. E ele é profissional, né? Então segui a dica! Outra dica dele é que o escrito ou desenho ou seja lá o que for deve ficar uns 4 dedos abaixo da gola.

Comecei pelas letras das beiradas e acabei querendo deixá-las um pouco mais grossinhas do que as que eu tinha impresso – então ao invés de uma fileira só de lantejoulas, fiz duas. No fim, quando só faltavam as do meio, usei o lápis, pra deixar mais certinho, mas fiz bem de leve, só pra marcar altura mesmo.

blusa-girl-power-personalizada-letras

O bordado em si é fácil de fazer. Você  tem que usar uma linha da mesma cor da lantejoula. Aí passa a agulha no pano, passa pelo buraquinho meio da lantejoula, volta para o pano de forma que prenda a lantejoula ou por cima, ou pelo lado, vai depender de cada um, mas sempre prendendo uma na outra. Não sei se expliquei bem isso…

blusa-girl-power-personalizada-bordados

Como eu já tinha noção, achei simples e não sei se para quem nunca bordou nada pode ser difícil. Tirei essas fotos pra tentar mostrar melhor. Mas tem uns vídeos com tutorial do passo a passo na internet também.

Bom, e é isso. Tá pontinha, fashion, empoderada, combina com tudo. Girl Power total!

Gostou? Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
24Tweet about this on Twitter
Twitter
0Share on Google+
Google+
0Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email