Como é fazer um Cruzeiro de ano novo pelo litoral brasileiro

cruzeiro-ano-novo-litoral-brasileiro-navio

A Gilda Percília, a quem chamo de tia Gilda, sempre viaja com seus irmãos Gisélia, Terezinha e Geraldo. A mais recente foi um Cruzeiro de Ano Novo que passou por várias cidades do litoral brasileiro, com direito a assistir à queima de fogos de Copacabana vista do mar! Nesse texto ela conta um pouco mais sobre o passeio.

Curta a página do blog no Facebook!

“O navio tinha 14 andares, veio da Itália, portanto foi um Cruzeiro Internacional. Fechamos o pacote com quatro meses de antecedência pela Agência Tropical Turismo de Divinópolis (MG). O embarque foi no Porto de Santos. A gente ao entrar teve que fazer um depósito em dólares e recebeu um cartão de crédito onde era descontado o que se gastava. No último dia, devolveram o que não se gastou.

Foram oito dias no Cruzeiro, saindo de Santos e parando no Rio de Janeiro, depois em Salvador, voltando até Ilha Bela e, por fim, novamente a Santos. Em cada uma dessas cidades era possível descer e fazer um tour, já incluso no pacote. Só nos dois primeiros dias senti um pouco o balanço, mas o mar estava tranquilo e não tem enjôo.

cruzeiro-ano-novo-bahia

Com as irmãs no Farol da Barra, em Salvador

cruzeiro-ano-novo-ilha-bela

Igreja de Nossa Senhora D’ Ajuda em Ilhabela

cruzeiro-ano-novo-rio-de-janeiro

No Rio de Janeiro: visitando o Cristo Redentor e na noite da virada aguardando os fogos

cruzeiro-ano-novo-arte-ilhabela

Em Ilhabela com obras de arte do artista local Gilmar Pina, representando a Via Crucis completa

Dentro do navio tem de tudo: capela, um mega cassino, tobogã, hospital, shopping, bares enormes com piano e música ao vivo, academia… Lá dentro é difícil descrever, mas vou dizer que é bonito, chique, fantástico. Todas as noites tinha um espetáculo diferente no teatro e, em seguida, uma festa, tipo: Jovem Guarda, Anos 70, 80, brega… Os únicos brasileiros que se apresentaram foram os Tenores e até cantaram música do Roberto Carlos.

Na parte de entretenimento tinham danças, ginástica, brincadeiras perto da piscina. Tinha um grupo de brasileiros que também comandavam as festas após a apresentação do teatro. Como o navio era italiano, a última noite foi tudo sobre a Itália.

cruzeiro-ano-novo-cassino

Na entrada do cassino

cruzeiro-ano-novo-cantores

Com os Tenores do Brasil: Armando Valsani e Jorge Durian

As cabines eram espaçosas. As refeições – café da manhã, almoço e jantar – estavam incluídas, mas as bebidas não. Só água não precisava pagar pra beber.

A pergunta que mais me fizeram: quanto custava uma cerveja? Só tinha em lata e custava 5 dólares. E o refrigerante 3,10 dólares. Os vinhos eram italianos e o valor mínimo era 30 dólares. No café da manhã o suco era liberado.

cruzeiro-ano-novo-jantar

Brindando com os irmãos e amigos que conheceram no navio

Tinha aproximadamente 5 mil pessoas no navio. Tudo muito organizado, o cartão era o documento para embarcar e desembarcar. Nele tinha o nome, o número do cartão, o número da mesa, o nome do restaurante e a ponte onde se encontrava.

Sobre os fogos em Copacabana na noite de ano novo: Lindo! (Assista ao vídeo abaixo) Assim que terminou a queima de fogos seguimos viagem com festa no navio. Recomendo muito este passeio!”

Não se esqueça dos parceiros do "Mariana Viaja" ao organizar sua viagem!
- Encontre e reserve sua hospedagem em qualquer lugar do mundo pelo Booking sem pagar nada a mais por isso! - Em destinos internacionais o seguro é obrigatório, compare preços pela Real Seguros e escolha o que melhor te atende. - Para estar com internet no celular durante toda a viagem, mesmo fora do Brasil, adquira um chip da EasySim4u. - Vai viajar sozinha? Baixe o ebook com dicas que vão te ajudar no planejamento!