Penedo (RJ), a Pequena Finlândia: melhores passeios

Se fosse uma música, acho que Penedo, no Rio de Janeiro, seria aquela de Sandy e Júnior do “lugarzinho no meio do nada com sabor de chocolate e cheiro de terra molhada”. Essa era a impressão que eu tinha que se confirmou quando conheci. Um lugar pequeno, simpático, bucólico, com clima ameno, bom para relaxar – mas também com alguns atrativos turísticos.

Penedo é um distrito da cidade serrana de Itatiaia, que fica aos pés da Serra da Mantiqueira, já quase na divisa com São Paulo. O local se formou a partir da chegada de imigrantes finlandeses ao sul do estado do Rio de Janeiro por volta de 1929. Ainda hoje é possível encontrar por lá diversos traços da cultura do país, o que rendeu o apelido de Pequena Finlândia.

Um fim de semana é suficiente para ver tudo com tranquilidade. Vou contar aqui sobre minha viagem e compartilhar algumas dicas do que conheci…

Acompanhe o blog também no Facebook!

O que fazer em Penedo

Existem dois períodos de alta temporada para quem quer conhecer Penedo. Um é no inverno, já que a cidade fica na serra e é uma ótima pedida para quem gosta de aproveitar o clima frio em um lugar mais aconchegante. Outro é no Natal, época em que a cidade ganha decoração especial e outros atrativos. Fora delas o movimento é bem menor, alguns lugares podem estar fechados (ainda mais que fui durante a semana), mas dá para conhecer muita coisa. Veja o que fazer por lá:

Visitar a Pequena Finlândia

o-que-fazer-penedo-rj-pequena-finlandia

É uma pequena vila, como se fosse um shopping a céu aberto. Um espaço de construções de arquitetura típica finlandesa, com lojas de artesanato, lembrancinhas, comidas… Acredito que seja o principal ponto turístico, o que mais tem a cara de Penedo.

Nesse local fica a Casa do Papai Noel, mas, como fui fora de época, não estava aberta. Recentemente o local ganhou uma nova decoração com algumas sombrinhas no teto, que não cheguei a ver pessoalmente, mas já vi fotos e acho lindo! Endereço: Rua das Velas, 100.

Passear no Centro

O centrinho é onde está a Pequena Finlândia e também onde se concentram restaurantes, dos mais simples aos mais chiques, além de lojas diversas. Na baixa temporada é pouco movimentado, muitos lugares sequer chegam a abrir.

Tem também algumas pousadas centrais, mas a maioria fica fora desse trecho urbano, em locais mais reservados e costumam ser muito bem estruturadas, especialmente para receber famílias e crianças.

Comer chocolates

Tanto dentro da Pequena Finlândia como nos arredores é possível encontrar lojinhas com fabricação própria de chocolates de forma artesanal. Em algumas dá para ver a produção, em outras apenas para comprar, sejam bombons ou barrinhas de vários formatos.

A mais conhecida é a Joulupukin Suklaa, o Chocolate do Papai Noel. Endereço: Rua das Velas, 101.

o-que-fazer-penedo-rj-chocolates

Andar no Trenzinho

O Trenzinho faz um trajeto durante 1h pelos principais pontos da cidade e região, com um guia (eventualmente caracterizado como palhaço) explicando tudo.

São duas saídas diárias, às 10h e às 16h, na lateral do Shopping Pequena Finlândia. Um passeio simples, tranquilo e bem bacana para conhecer melhor e saber mais sobre o local.

tour-cachoeiras-penedo-trenzinho

Ir às Cachoeiras

Existem diferentes tipos de passeios para as cachoeiras de Penedo, que podem ser feitos por conta própria, por quem está de carro, ou com agências, seja de quadriciclo (para quem gosta de mais aventura) ou o tradicional, de van, que foi o que fiz.

A vantagem da agência é ter alguém que já conhece a região e que vai levar nos principais pontos, além de ter muitas informações. Nas próprias pousadas eles já indicam essas possibilidades – caso não ofereçam é só perguntar.

cachoeiras-penedo-rio-de-janeiro-de-deus-1

Conhecer o Museu Eva Hilden

Esse museu guarda a história da imigração finlandesa através de fotos, objetos, trajes típicos, artesanatos e outros objetos que pertenceram às primeiras famílias que chegaram e colonizaram a região. Endereço: Av. das Mangueiras, 2601.

Mais informações sobre Penedo

Como chegar

Há ônibus diretos do Rio de Janeiro para Penedo em três horários (tanto para ir como para voltar), mas também é possível ir para Resende e, de lá, pegar um ônibus de linha que passa com mais frequência e leva apenas alguns minutos.

Como em Penedo não tem rodoviária, a chegada/saída dos ônibus é em um ponto em frente à Padaria Panepão (Rua Resende, 153), que fica perto do centro, no bairro Formigueiro – que, aliás, tem comércio em geral mais barato. É lá também que a passagem deve ser comprada, direto no caixa – eles aceitam cartão, mas é bom ter em dinheiro porque nem sempre o sinal da maquininha funciona.

Hospedagem

Eu fiquei na Pousada Santa Fé, que é uma delícia. Como queria conhecer Penedo, mas também descansar e aproveitar a pousada, dividi meu roteirinho assim: domingo para descanso (cheguei já na parte da tarde); segunda para piscina de manhã e turismo à tarde; e terça para cachoeiras e ir embora depois do almoço.

Leia mais: Como foi minha hospedagem na Pousada Santa Fé

o-que-fazer-penedo-rj-onde-ficar

Deslocamentos

No ponto de embarque/desembarque do ônibus há táxis e não foi difícil chegar até a pousada. Para quem, como eu, vai sem carro e fica hospedado fora da areazinha urbana, é inevitável depender de táxis. Os valores são fechados, não são por taxímetro, mas vale negociar porque variam muito.

Eu logo que cheguei peguei um táxi e já fiquei com o telefone dele. Depois na pousada me indicaram outros. Quando precisava sair, sempre perguntava antes e consegui preços diversos. Isso foi em 2017, mas, para ter uma ideia, da pousada ao  Centro ou vice-versa, paguei R$ 20,00, R$15,00 e R$ 10,00.



Booking.com

Vale a pena conhecer Penedo?

Acho importante lembrar que, apesar de ser um destino turístico bem conhecido e procurado, Penedo não é uma cidade, é um distrito, por isso é bem simples e não tem tanta estrutura como outros lugares. É basicamente só a parte do centrinho e o que cada pousada oferece. Então vai muito do perfil de cada viajante e do que cada um está buscando.

Para mim, o saldo final é de que valeu a pena conhecer Penedo. Consegui relaxar, como eu pretendia, e passeei por alguns lugares legais. 🙂

Para ler ouvindo:

Não se esqueça dos parceiros do "Mariana Viaja" ao organizar sua viagem!
- Encontre e reserve sua hospedagem em qualquer lugar do mundo pelo Booking sem pagar nada a mais por isso! - Em destinos internacionais o seguro é obrigatório, compare preços pela Real Seguros e escolha o que melhor te atende. - Para estar com internet no celular durante toda a viagem, mesmo fora do Brasil, adquira um chip da EasySim4u. - Vai viajar sozinha? Baixe o ebook com dicas que vão te ajudar no planejamento!
Gostou? Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email