O que fazer de graça em Paris: veja 14 atrações

Paris é uma das cidades mais caras da Europa e, possivelmente, do mundo. Vale cada centavo? Ô, se vale! Mas, se tiver jeito de economizar, sempre é melhor, né? Por isso, se você está indo ou sonhando em ir (quem sempre?) à Cidade Luz, saiba que é possível curtir alguns dos principais pontos turísticos de Paris sem gastar nada!

Curta a página do blog no Facebook!


Passeios gratuitos em Paris

paris-passeios-gratuitos-notre-dameCatedral de Notre Dame

Foi o primeiro lugar que fui em Paris – e era inevitável que eu me deslumbrasse.Em estilo gótico, é uma das mais antigas da França. Linda por dentro e por fora, tem os vitrais mais lindos que já vi. Quando cheguei estava rolando uma missa e, quando entrei, até peguei um folheto em francês (aquelas que jura que tá acompanhando, #sqn). Só é preciso pagar se quiser subir até o alto das torres e ver de perto as gárgulas (que me dão medo inclusive de longe). Eu não subi.

Torre Eiffel

Para subir e ver Paris do alto o ingresso custa 8 euros. Mas se sua ideia é ver a Torre mais famosa do mundo (e fotografá-la exaustivamente, eu sei, sou dessas também), não é preciso pagar nada. Um dos locais de onde as fotos ficam mais bonitas é no Jardim de Trocadéro. Basta saltar na estação de metrô do mesmo nome.

paris-passeios-gratuitos-torre-eiffel

Galeries Lafayette

Mas há outras opções para ver a cidade do alto – incluindo ver a Torre. Uma dessas vistas é do terraço das Galeries Lafayette. O local é um dos principais centros de compras de Paris e, todas as sextas às 15h há um desfile de moda aberto e gratuito.

Jardins de Luxemburgo

Digo que esse é meu lugar preferido no mundo. Lembro da primeira vez que vi, andando pela cidade e de repente cheguei a essa maravilha!!! O lugar mais lindo de todos que já fui (é o da foto que abre esse post), cada mínimo detalhe, impossível descrever! Bom para sentar, descansar e ficar admirando o visual…

paris-passeios-gratuitos-jardim-luxemburgo

Jardins deTuileries

Outro lugar ótimo para sentar e curtir. Nesse jardim fica o Museu do Louvre, mas além disso, tem um espaço verde, enorme… E fica às margens do Sena, o que dá um charme a qualquer lugar né!

paris-passeios-gratuitos-champsChamps de Mars

Mais um lugar lindo ao ar livre, com muito verde, árvores, bancos, esculturas, espaços para crianças, muita gente fazendo piquenique… E ainda tem um diferencial e tanto em relação aos dois jardins anteriores é que esse tem vista para Torre Eiffel. É uma forma de ver o monumento símbolo da cidade por um ângulo diferente do que se tem da estação de Trocadéro, pois ficam em lados opostos.

Arco do Triunfo

Outra atração que só precisa pagar quem quiser subir. Particularmente acho que a beleza dele está muito mais em vê-lo no meio das principais ruas da cidade, do que em ter a vista lá de cima. Para chegar ao Arco há uma passagem subterrânea, que é a forma correta de acesso indicada pela prefeitura para chegar até o monumento. Não faça como eu “certas pessoas” que ficam horas esperando pra tentar atravessar a rua sem saber que tem essa passagem…

paris-passeios-gratuitos-arco

Sacré Coeur

A igreja é o ponto turístico mais famoso do bairro de Montmartre e foi contruída para amenizar as dores das perdas dos franceses em uma guerra. Branca, imponente, maravilhosa, não é que transmite mesmo uma paz? Ela fica no alto e subir suas escadarias é parte do passeio. Mas, se a preguiça falar mais alto que o bolso, é possível pagar e subir no “furniculaire”, que é tipo um bondinho.

paris-passeios-gratuitos-sacre-coeur

Rio Sena e suas pontes

O rio corta a cidade e, ao andar pelas ruas, quando a gente menos espera dá de cara com ele ou com algumas das várias das pontes que há em Paris, umas moderninhas, outras antigas, mas todas incríveis. Nas margens do Sena há pessoas que fazem piqueniques e também atividades diferentes que dependem das estações do ano, como aulas de dança e praia artificial.

paris-passeios-gratuitos-pontes

Praça da Bastilha

O local é um marco da Revolução Francesa. Foi na Place de la Bastille que aconteceu a chamada tomada da Bastilha, em 14 de julho. Depois disso a data se tornou feriado na França. A construção original foi demolida e, atualmente, tem o monumento da Coluna de Julho.

paris-passeios-gratuitos-bastilha

Champs-Élysées

E daí que eu não tinha dinheiro para comprar nada? Percorri toda a principal rua de lojas chiques de Paris e ainda fiz questão de entrar nas minhas preferidas. Só para fazer turismo mesmo. =) Todas lindíssimas e cada centímetro quadrado mais caro que o outro: Louis Vitton, Hugo Boss, Peugeot, Renault, Loja da EuroDisney…

Encontre e reserve sua hospedagem em Paris:

    
    Booking.com

Museu do Louvre, d’Orsay e Centre Pompidou

São três dos principais museus da cidade e em todos eles a entrada é gratuita no primeiro domingo de cada mês (no caso do Louvre, somente de outubro a março). Isso significa filas enormes. Mas significa também uma economia de 41 euros (o preço do ingresso nesses três é, respectivamente, 15, 12 e 14 euros).

paris-passeios-gratuitos-orsay

Dicas para economizar em Paris

A cidade tem um metrô maravilhoso e enorme, que atende a todas as áreas. Mas sugiro utilizá-lo somente nas mais distantes e fazer o máximo possível das coisas a pé. O trajeto de um ponto turístico a outro, por si só, já é um passeio incrível.

Para comer, os resturantes também costumam ser caros. Mas, nas “boulangeries” há uma infinidade de pães diferentes e deliciosos. Nos mercados há diversos tipos de queijos. Aí é possível fazer sanduíches tipicamente franceses por um preço bem mais em conta. Vinho para acompanhar é sempre bem-vindo!

Antes de viajar para o exterior, faça um seguro!
Seguro viagem europa 728x90
Gostou? Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn0Email this to someone