Passeio de trem de Curitiba a Morretes

Um dos passeios bacanas que fiz no Paraná foi ir de trem de Curitiba a Morretes. Além de conhecer todas as lindezas de Curitiba (que foi o destino da minha viagem), tirei um dia para descer a Serra do Mar de trem com destino à bela cidadezinha histórica. Aos domingos ele vai também até Paranaguá, no litoral.

Curta a página do blog no Facebook!

Como ir de Curitiba a Morretes de trem

O passeio de trem pela Serra do Mar sai do terminal rodoferroviário de Curitiba. Há diversas categorias – camarote, luxo, executivo, turístico e econômico. Não sei as diferenças entre eles, mas posso garantir que o econômico é confortável e cada passageiro ganha um lanche bem bom.

O valor em 2015 era de  R$ 79,00 por pessoa no econômico. Confira os preços atualizados no site da Serra Verde Express. Minha dica é já comprar a passagem com antecedência, o que também pode ser feito pelo site.

A ida de Curitiba a Morretes de trem dura em torno de quatro horas. Há um que sai às 8h30 e outro que sai às 15h. O melhor jeito de fazer um bate e volta é sair da capital de manhã e chegar com tempo de aproveitar a tarde.

morretes-trem-curitiba

O que fazer em Morretes

Em uma tarde dá para fazer o básico, já que a cidade é pequena e tudo fica bem perto. Ao dar uma volta pelo centrinho (que é uma graça!) você consegue:

– Comer o barreado, prato típico local
– Passear pela rua às margens do Rio Nhundiaquara
– Visitar a Igreja Matriz Nossa Senhora do Porto (construção do século XIX)
– Ir à feirinha conhecendo o artesanato, produtos agrícolas e outros
– Comprar as famosas balinhas de banana
– Observar as belas construções históricas (algumas funcionam como centros culturais, restaurantes e comércio em geral)

Sobre o “barreado”: é uma carne cozida numa panela de barro lacrada com farinha, ou seja “barreada” para o vapor não escapar. No prato, primeiramente se faz um pirão com o caldo dessa carne e farinha de mandioca, depois serve-se a carne e banana em rodelas. Um arroz para acompanhar e pronto!

Não lembro o nome de onde comi, não tinha ainda o blog e nem anotei. Mas não é difícil achar onde comer em Morretes, porque o centrinho é cheio de restaurantes e praticamente todos eles servem o barreado. Eu dei uma volta e consegui um self-service que tinha mesas vazias. Como eu estava sozinha, foi uma boa escolha. Pude comer com calma e pagar menos do que pagaria em outros lugares.

Escolha e reserve sua hospedagem em Curitiba:



Booking.com

Dicas antes de fazer o passeio de trem

Volte de ônibus

Para voltar de Morretes para Curitiba, é melhor pegar um ônibus, que é mais barato que o trem e bem mais rápido (1h30 aproximadamente). Sugiro comprar a passagem logo que se chega a Morretes, na Viação Graciosa. O terminal fica bem perto de onde o trem para (não tem muito segredo… apenas siga o fluxo – ou pare para perguntar).

passeio-trem-curitiba-morretes

Conte com possíveis atrasos

Quando fui, o passeio atrasou e acabou durando seis horas! Não lembro se foi um problema na ferrovia ou no trem, mas é bom estar ciente que isso faz parte e  pode acontecer.

Previna-se dos enjoos

Como costumo enjoar fácil, ainda mais sendo um trajeto bem sinuoso, tomei um Dramin rosa. Minha irmã garantiu que não dava sono, mas deu. E eu não podia dormir, porque a paisagem é realmente o grande atrativo do passei. Fui meio pescando o caminho inteiro, lutando bravamente contra mim mesma.. E saí com cara de ressaca em todas as fotos. Portanto, a dica é ir 100% acordado! 😉

Leia também:
5 viagens de trem para fazer no Brasil

Histórias da Serra do Mar

curitiba-morretes-trem

No trem um guia em cada vagão, que vai explicando os lugares pelos quais passamos e contando um pouco da história. Eu acho isso ótimo!

A Ferrovia Curitiba-Paranaguá começou a ser construída em 1880 e levou cinco anos até ficar pronta, se tornando um fator importante no desenvolvimento das cidades menores que passaram a ser ligadas à capital. São 110 km de extensão pela Mata Atlântica, num dos locais onde ela está mais preservada.

A vista trajeto do trem de Curitiba a Morretes é sensacional e, em alguns trechos, como no Viaduto do Carvalho, a sensação é de estar voando, tamanho o abismo! Um passeio que vale muito a pena. E é uma ótima opção para quem viaja sozinha!

Prefere pernoitar em Morretes?
Veja aqui algumas opções de hospedagem e faça sua reserva.

Para ler ouvindo:

*Preços apurados em Agosto/2015, sujeitos a alterações.

Não se esqueça dos parceiros do "Mariana Viaja" ao organizar sua viagem!
- Encontre e reserve sua hospedagem em qualquer lugar do mundo pelo Booking sem pagar nada a mais por isso! - Em destinos internacionais o seguro é obrigatório, compare preços pela Real Seguros e escolha o que melhor te atende. - Para estar com internet no celular durante toda a viagem, mesmo fora do Brasil, adquira um chip da EasySim4u. - Vai viajar sozinha? Baixe o ebook com dicas que vão te ajudar no planejamento!
Gostou? Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email