10 clichês de Nova York que ninguém resiste

Programas clichês de Nova York? Quero! Sou do tipo que tira foto de braços abertos no Cristo Redentor, que se aglomera pra ver a troca de guarda no Palácio de Buckingham e que certamente teria colocado um cadeado na Pont des Arts se na época tivesse um amor. Confesso, eu amo um clichê. E não sinto a menor vergonha disso. Até porque, a julgar pela quantidade de gente que sempre vejo nesses momentos, não estou sozinha.

E aí, quando eu fui visitar a cidade mais encantadoramente clichê desse mundo, o resultado não podia ser outro. Enquanto eu organizava minha fotos da viagem a Nova York dia desses, me dei conta do tamanho da lista! Optei por deixar de fora os pontos turísticos, senão o post seria infinito…

Leia também:
Quanto custa viajar para Nova York?
15 programas gratuitos (ou baratinhos) em NY

Love e Hope Sculptures

Foi das primeiras coisas que pesquisei quando decidi viajar pra Nova York. Acho lindo. Anotei as localizações de cada uma delas (ficam próximas) e fui logo no primeiro dia. E esperava ficar vazio, para poder tirar foto só minha ou só das palavras, sem intrusos aparecendo.

cliches-nova-york-love-hope-sculpture

Testículos do Charging Bull

Reza a lenda que quem passa a mão nos testículos do touro que fica na Wall Street atrai dinheiro. Olha, funcionar eu não posso dizer que funcionou. Talvez seja em longo prazo, vai saber. Fato é que eu não pensei duas vezes ao enfrentar a fila para fazer a minha parte. Vai que…

cliches-nova-york-testiculos-boi

Macy’s

Autodenominada a maior loja do mundo, a Macy’s é uma multimarcas que ocupa um quarteirão inteiro e tem nada menos que nove andares de bons produtos e, às vezes, bons preços. Tem que ir com tempo, turistando mesmo! Detalhe: saí de lá sem comprar absolutamente nada. Fui só pelo passeio.

cliches-nova-york-macys

Locações de filmes/séries

É impossível andar pela cidade e não se lembrar de lugares famosos no cinema e na TV. Tudo ali a gente já viu em algum momento, pode ter certeza. Eu fui até a casa da Carrie Bradshaw e comi cupcakes na Magnolia Bakery. Mais Sexy and The City que isso, impossível.

cliches-nova-york-casa-carrie

Café no Starbucks

E por falar em séries e filmes, é raro algum que se passe em Nova York e não tenha pelo menos uma cena de alguém passando no Starbucks e saindo sempre com pressa. Para os turistas, tem ainda a vantagem do wi-fi liberado. Aí, de quebra, pede-se um café – ou, no meu caso, um chocolate quente.

cliches-nova-york-starbucks

Encontre e reserve sua hospedagem em Nova York:

Booking.com

Fotos dos arranha-céus

Câmeras ao alto! Tentar enquadrar, sem sucesso, os prédios novaiorquinos, quem nunca? Seja durante o dia ou à noite, com a iluminação, eles são exaustivamente fotografados,  principalmente o Empire State Building, o mais famoso e mais alto da cidade, com 102 andares e 443 metros.

cliches-nova-york-empire-state

Atravessar a Brooklyn Bridge

É o único item desta minha lista de clichês de Nova York que não fiz (fui até lá, mas chovia muito muito muito e não tinha a menor condição, nem dava pra ver nada). Meu amigo Fernando foi e disse que tem de ser, preferencialmente, no sentido Brooklyn/Manhattan, que é o que tem a vista mais bonita. São pouco mais de 1.800 metros e o tempo médio é de 30 minutos (eu, que paro toda hora pra tirar fotos, certamente levaria 2h).

cliches-nova-york-brooklyn-bridge

Manhattan Skyline

O que Brooklyn, Top of the Rock, Roosevelt Island, Empire State e Estátua da Liberdade têm em comum? A beleza desses pontos turísticos está não só no próprio lugar, mas principalmente do outro lado: a vista de Manhattan, para ser apreciada por todos os ângulos possíveis.

cliches-nova-york-vista-manhattan

Carruagens do Central Park

Organizações de defesa dos animais pedem a proibição, mas, enquanto a polêmica persiste, as carruagens que remontam às tradições do século XIX seguem fazendo sucesso entre os turistas. Não fiz o passeio, mas parava para fotografar sempre que via uma delas.

cliches-nova-york-carruagens

Telão da Times Square

Não dava para fechar a lista de clichês de Nova York sem citar a Times Square que, por si só, já é o ápice dos clichês. E não resisti quando, no meio de todo aquele agito, vi o pessoal se juntando em frente a um telão onde uma câmera capta e exibe a imagem na hora. Me espremi para conseguir aparecer e ainda tirei uma foto dos meus 5 segundos de fama pra ter como lembrança.

Where's Wally? =D

Where’s Wally? =D

Antes de viajar, faça o seu seguro:

* Com a colaboração de Fernando Soares
  Foto Starbucks: Bruna Moreira

Conheça meu livro de crônicas "Eu não quero chegar a lugar algum" e entre em contato para adquirir o seu no formato digital ou físico.
Gostou? Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email