Conexão Baré: viagem virtual a uma comunidade indígena na Amazônia

viagem-virtual-comunidade-indigena-amazonia

De olhos fechados eu naveguei pelas águas do Rio Negro e depois pelo Rio Cuieiras, junto com outros viajantes, indo de Manaus em direção à comunidade indígena de Nova Esperança, Unidade de Conservação localizada na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Puranga Conquista.

Logo no desembarque, nosso grupo foi recepcionado pelo Joarlisson Garrido, da etnia Baré e líder do grupo de turismo de base comunitária e de artesãos da comunidade. Ele fez uma breve apresentação sobre os aspectos históricos e socioculturais locais. E, na sequência, participamos de diferentes atividades cotidianas das famílias locais, conhecendo um pouco da cultura e do estilo de vida.

Leia também:
Visita à Aldeia Txag’ru Mirawê na Bahia

Nossa imersão começou com um ritual de proteção realizado pelo Baixinho (Pajé Aldovar). Depois, Lianária nos apresentou a linda biblioteca (Uka) – eles têm também uma escola. E Francisco falou sobre o artesanato que é feito com madeiras reaproveitadas, fibras e sementes e vendido pela internet.

viagem-virtual-comunidade-indigena-amazonia-artesanato

Artesão Walmir Garrido produzindo uma arraia em madeira (Foto: Nathália Segato)

Com Leidiane aprendemos alguns grafismos e seus significados. Chegamos até a fazer nossos próprios desenhos. Rosemeire contou sobre o incrível projeto de monitoramento de quelônios – uma espécie de tartaruga da região. E dona Hugulina mostrou um pouco da culinária Baré preparando uma saborosa Pupeka (peixe assado enrolado na folha de bananeira).

Vivi uma manhã de experiências transformadoras na Amazônia! Mas eu não estava no meio da floresta. Estava em casa, sentada em uma cadeira em frente à tela do computador. Uma viagem virtual!

Como é o tour virtual “Conexão Baré”

viagem-virtual-conexao-bare

Nas Áreas Protegidas (unidades de conservação e terras indígenas) as atividades turísticas vinham surgindo como uma estratégia para promover maior apoio à conservação. E, com a pandemia e a impossibilidade das visitas, toda a cadeia associada ao turismo foi comprometida – incluindo, é claro, a geração de renda.

Para a Comunidade Nova Esperança, que recebia visitantes nacionais e internacionais, a solução encontrada foram as visitas virtuais. Em uma parceria com a agência de turismo Braziliando surgiram as viagens online. A convite da agência tive a oportunidade de participar de uma dessas viagens junto com um grupo de jornalistas.

Por meio de uma plataforma de videoconferência, entramos em contato ao vivo com os indígenas, conhecemos todos os espaços da comunidade, interagimos e aprendemos muito. Era como se de fato estivéssemos lá!

viagem-virtual-comunidade-indigena-como-fazer

Foto: Ana Taranto / Braziliando

Além disso, antes mesmo da viagem acontecer, todos recebemos materiais de imersão da cultura local, como músicas, um dicionário com algumas palavras em Nheengatu, receita típica, para que já fôssemos nos preparando e entrando no clima.

Uma das vantagens deste novo formato é as visitas podem se estender a um número maior de turistas, não só do Brasil como de outros países, além de instituições de ensino. Foi uma forma de se reinventarem neste momento que exigiu e ainda vem exigindo tanta resiliência. As novas datas são sempre divulgadas no instagram da Braziliando – e os interessados podem já preencher um formulário de interesse para serem avisados.

Antes da viagem começar, pediram que cada um descrevesse em uma palavra o que esperava. Eu escrevi “aprendizado”. E foi realmente isso! Uma oportunidade única de poder vivenciar experiências locais e aprender com os Baré de Nova Esperança!

A Luísa, do blog Janelas Abertas, fez o passeio presencial, leia aqui:
Viagem para a Amazônia – vivência numa comunidade indígena

Foto principal: Nathália Segato / Divulgação Conexão Baré

Conheça meu livro de crônicas "Eu não quero chegar a lugar algum" e entre em contato para adquirir o seu no formato digital ou físico.
Gostou? Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email