Moscou: capital da Rússia sediará terceiro jogo do Brasil na Copa 2018

moscou-russia-terceiro-jogo-brasil-copa

Continuando a série de publicações sobre a Copa do Mundo da Rússia, chegou a hora de falar da capital, Moscou, cheia de história, de obras-primas arquitetônicas, que recebe pessoas do mundo todo. É a única cidade em que os jogos acontecerão em dois estádios: o Luzhniki, que em 1980 ficou famoso por sediar a abertura e o encerramento dos Jogos Olímpicos, e o Spartak ou Otkrytie, onde o Brasil fará o último jogo da primeira fase, contra a Sérvia, no dia 27 de junho às 15h (de Brasília).

Curta a página do blog no Facebook!

Estádioa de Moscou

A partida do Brasil acontecerá na Arena Otkrytie – ou Estádio Spartak (nome dado devido a questões publicitárias) – inaugurado em 2014 com capacidade para mais de 45 mil pessoas. Esse estádio será, também, o local da cerimônia de abertura da Copa, além de outros três jogos: Argentina x Islândia (16/06), Polônia x Senegal (19/06) e Bélgica x Tunísia (27/06). O acesso pode ser feito de metrô pela estação Spartak.

No Luzhniki acontecem as disputas entre Rússia x Arábia Saudita (partida de abertura dia 14/06), Alemanha x México (17/06), Portugal x Marrocos (20/06), Dinamarca x França (26/06), quartas-de-final, semi-final e a grande final. Para chegar até lá, a estação de metrô é Sportivnaya. Durante o período da competição haverá ônibus especiais para todos os estádios, mas os percursos exatos só serão informados mais próximo da data.

Não conheço a cidade, mas reuni algumas informações para quem pretende acompanhar os jogos de perto e aproveitar também para conhecer um pouco mais de Moscou. Veja algumas dicas turísticas.

O que fazer em Moscou

Praça Vermelha

Considerada o coração e a alma da Rússia, é a praça central de Moscou. E, ao contrário do que muita gente possa pensar, seu nome não tem nada a ver com o comunismo ou com a cor de muitos dos seus edifícios. Ele vem da palavra ‘krasnyi’, que significava ‘vermelho’ no russo contemporâneo. Palco de importantes eventos políticos, atualmente vem sendo usada com um foco mais cultural, com shows de rock, performances de música clássica, festivais de arte de circo entre outros.

Outros lugares históricos

O mais famoso é o Kremlin, que significa fortaleza dentro de uma cidade – o complexo é a residência oficial do presidente da Federação Russa e e inclui cinco palácios, quatro catedrais e uma muralha com torres. O maior museu da cidade é o das Forças Armadas, onde há bandeiras de batalha e troféus, fotos, documentos, prêmios militares e decorações, armas e pertences pessoais de oficiais, soldados e comandantes famosos, além de exposições que cobrem desde o século XVII até os dias atuais. Esse museu é visitado por um milhão de pessoas por ano. Há ainda o Mausoléu de Lenin (erguido em 1924, na sua morte, e reaberto em 2005), e o Gum (prédio que abriga o centro comercial mais famoso da Rússia, que antes da Revolução de 1917 tinha 1.200 lojas e chegou a ser o maior da Europa).

Encontre e reserve a melhor hospedagem em Moscou! 
Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog!

    
    Booking.com

Atividades culturais

O principal marco cultural de Moscou é o Bolshoi, um dos maiores teatros do mundo (o segundo maior da Europa), que funciona em um prédio com arquitetura clássica russa e tem sempre belos espetáculos em cartaz. Há também o Palácio do Estado, que tem uma arquitetura grandiosa, assim como interior. E o Teatro da Ópera (na programação, uma combinação de inovação com respeito pelos clássicos).

Igrejas e monastérios

Na Praça Vermelha ficam as mais famosas: Catedral de São Basílio e Catedral de Kazan. Há outras que também valem uma visita, como Catedral da Anunciação (construção de 1484 que hoje é um museu), Catedral da Assunção (sede da Igreja Ortodoxa Russa, onde vários imperadores foram coroados), Catedral do Arcanjo (desde 1955 foi aberta ao público como um museu) e Catedral dos Doze Apóstolos. E, ainda, o Convento de Novodevichy onde, entre outros atrativos, fica a catedral ortodoxa dedicada a Nossa Senhora de Smolensk.

Pela cidade…

Arabat é uma das ruas mais antigas e mais famosas, que já fez parte de uma rota comercial importante, foi destruída por um incêndio, reconstruída, abrigou residências da realeza e, hoje, é um dos lugares mais caros (e mais desejados) para morar. E o Gorky Park é uma das melhores opções de lazer da cidade, frequentado por mais de 20 mil pessoas durante a semana e mais de 100 mil nos fins de semana e feriados, seja para descansar, caminhar ou fazer um passeio de barco.

moscou-russia-terceiro-jogo-brasil-copa-noite

Fotos: Pixabay

Na primeira fase da Copa do Mundo da Rússia o Brasil jogará também em Rostov-on-Don, contra a Suíça, e em São Petersburgo, contra a Costa Rica.

Veja mais dicas em outros blogs:

Onde se hospedar em Moscou – Despachadas
Conheça a imponente Praça Vermelha – De Mochila e Caneca
Onde comprar matrioskas em Moscou – Me deixa ser turista
Roteiro de 4 dias em Moscou – Maquiadora Viajante
Metrô de Moscou: funcionamento e como sobreviver – Pegadas na Estrada
A Catedral de São Basílio, em Moscou – Um homem precisa viajar
Natal e Reveillon em Moscou – London, sô!

Antes de sair do Brasil, não se esqueça de fazer o seguro viagem!
Seguro viagem geral 728x90