Carnaval de Vitória (ES): minha 1ª vez assistindo às escolas de samba capixabas

carnaval-de-vitoria-2020-escolas-de-samba-capixabas

Enquanto a maioria dos brasileiros espera pela chegada dos dias de folia, os capixabas já estão caindo no samba. É que o desfile das escolas de samba do Carnaval de Vitória acontece uma semana antes do oficial. Por isso o slogan da festa: “O Carnaval do Brasil começa aqui”.

Ano passado eu já morava no Espírito Santo, mas não estava na data. Em 2020 pude, enfim, comparecer para assistir de perto os desfiles. Eu, que quaaase nem gosto esse tipo de evento, né? Amei demais! Mas, antes de contar como foi, um pouco de história!

Acompanhe o blog também no Facebook!

História do Carnaval de Vitória

Os desfiles do Carnaval de Vitória acontecem no “Sambão do Povo” (nome pelo qual é mais conhecido o Complexo Walmor Miranda), no bairro Mário Cypreste, na Grande Santo Antônio, bem perto da Rodoviária. Na quinta e na sexta-feira é a vez das escolas dos grupos de acesso. E no sábado, o grande dia, o grupo principal. Pela passarela do samba, que tem 388 metros, passam escolas não apenas de Vitória, mas também de Vila Velha, Cariacica e Serra.

Mas nem sempre foi assim… Lá pelos idos do século XIX a cidade tinha apenas o carnaval de rua. Só a partir da década de 1950, quando a primeira escola de samba do Espírito Santo surgiu, é que os desfiles começaram. Inicialmente aconteciam no centro, na Av. Jerônimo Monteiro e Av. Princesa Isabel. Depois, na década de 1980, eram na Reta da Penha. Mas o sucesso já era grande e já não cabia tanta gente nas ruas.

Foi então que o Sambão do Povo foi inaugurado (pelo prefeito Hermes Laranja) e de 1987 a 1992 os desfiles aconteceram por lá. Depois disso, foram suspensos e Vitória passou um bom tempo sem o carnaval das escolas de samba. Essa parada durou até 1998. Durante esse período, muitas escolas acabaram encerrando suas atividades. =/

De 1998 a 2001 os desfiles voltaram a acontecer na Av. Princesa Isabel, mas sem haver competitividade. E em 2002, enfim, retornaram ao Sambão do Povo, onde permanecem até hoje. De lá para cá, foi crescendo cada vez mais e se tornando um grande sucesso entre os capixabas.

Números de 2020: Somando as 18 escolas (quatro do Grupo B, sete no Grupo de Acesso e sete do Grupo Especial), aproximadamente 17 mil integrantes passaram pelo Sambão. Já o o número estimado de público, entre arquibancadas e camarotes, foi de 40 mil pessoas, segundo matéria da TV Gazeta exibida no Fantástico. E eu estava lá!

CarnaVix 2020

Pela primeira vez eu fui assistir (e cobrir) os desfiles das escolas de samba de Vitória no Sambão do Povo. Virei a noite sem nem sentir, de tanto que eu estava encantada e feliz vendo tudo aquilo. Eu acho muito emocionante! Não sei se é o ritmo ou o quê. Acho que é uma mistura do evento em si, do clima alegre… E também por saber como o Carnaval é importante para o pessoal das escolas, das comunidades, gente que vive isso o ano inteiro e tem ali uma horinha para colocar o resultado na avenida.

E olha, embora menor que outros grandes desfiles mais tradicionais, como São Paulo e, principalmente, Rio de Janeiro, é uma festa que não deixa nadinha a desejar! As escolas trabalham com enorme profissionalismo, as alegorias e adereços são lindos (claro que há as mais luxuosas e as mais simples), as músicas são ótimas, a bateria arrepia e o público é animadíssimo!

Vou deixar aqui resuminho sobre cada uma delas e o enredo. Lá no Instagram @marianaviaja tem um destaque “CarnaVix” para quem quiser ver mais.

Enredos escolas de samba de Vitória 2020

Piedade (Unidos da Piedade)

Fundada em 1955 no bairro da Piedade, hoje fica na Fonte Grande, Centro de Vitória.  É a escola de samba mais antiga do Espírito Santo.

O enredo “Franciscos” foi uma homenagem aos Franciscos que marcaram a história,  como Francisco de Assis, Papa Francisco, Chico Xavier, e também Chico Anysio, Chico Buarque, Chico Mendes, e outros. Veja mais fotos e vídeo:

Jucutuquara (Unidos de Jucutuquara)

Fundada em 1972 como bloco, no início apenas homens participavam, as mulheres só entraram mais tarde. Virou escola de samba em 1986.

O enredo “Griot” falou sobre a arte, a força e a história dos negros, mostrando os sábios anciãos africanos que ensinam através da oralidade, e homenageando artistas negros de diversas atividades culturais. Veja mais fotos e vídeo:

MUG (Mocidade Unida da Glória)

Escola de Vila Velha, fundada em 1980, é hoje uma das maiores e mais tradicionais do estado, com vários títulos e enredos aclamados pelo público.

O enredo “Oby – o imaculado das lendas” fez um resgate e uma exaltação da das crenças dos povos indígenas capixabas, enaltecendo os donos da terra, e trazendo o colorido e a defesa dessa cultura. Veja mais fotos e vídeo:

Boa Vista (Independente de Boa Vista)

Fundada em 1975, a escola de Cariacica já venceu várias vezes o carnaval – é a atual campeã! Já teve Vivi Araújo desfilando como destaque.

O enredo “O voo da Águia anuncia: A festa é boa, pode chegar. Ao som de uma linda sinfonia, a música capixaba celebrar!” prestou uma homenagem à música, aos artistas e às bandas capixabas, mostrando a importância da valorização da cultura local. Veja mais fotos e vídeo:

Novo Império

Fundada em 1956 como Império da Vila Rubim, é uma das mais tradicionais e antigas do ES. Tem seis títulos e já foi vice-campeã várias vezes.

O enredo “O Bê-a-bá dos guris: uma lição para todos” promoveu uma reflexão sobre a realidade das crianças no Brasil (sonhos, desafios, abandono, etc) a partir dos 30 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente. Veja mais fotos e vídeo:

Imperatriz do Forte

Fundada em 1972 no bairro do Forte São João em Vitória, tem o nome em homenagem à Imperatriz Leopoldinense do RJ. Foi a penúltima campeã, em 2018.

O enredo “Das terras de Vila Rica à Vila Nova do ES” falou das belezas e histórias da Rota Imperial São Pedro D’Alcântara, caminho criado há 200 anos para ligar Vitória a Ouro Preto (MG), permitindo a chegada de novos imigrantes ao Espírito Santo. Veja mais fotos e vídeo:

São Torquato (Independentes de São Torquato)

Mais uma escola de Vila Velha. Foi a campeã do grupo de acesso no ano passado e fechou os desfile deste ano.

O enredo “O portal das ilusões” levou para a avenida contos de fadas, reinos encantados, mistérios e magia, para mexer com o imaginário e mostrar que a vida é feita de sonhos e da busca por felicidade. Veja mais fotos e vídeo:

Campeã 2020

Eu não sei dizer a minha favorita porque gostei de pontos diferentes. Uma me ganhou pelo samba, outra pelo enredo, uma pela emoção, ou pelas fantasias mais bonitas, ou os componentes mais alegres, as alegorias mais luxuosas. E não sou nenhuma especialista, né, só uma admiradora!

Sei que algumas tiveram problemas, como “buracos” entre uma ala e outra, carros quebrados, atrasos. Mas não entendo dos critérios técnicos, então, como diria Glória Pires, prefiro não opinar. Pela reação do público deu para ver que a disputa estava entre MUG e Boa Vista. E de acordo com as notas dos jurados, a grande campeã de 2020 foi… a Boa Vista!!! Seguida pela MUG e pela Jucutuquara, com diferença de décimos. A São Torquato, em último, voltou para o grupo de acesso e a Andaraí subiu para o grupo especial.

Assista ao desfile completo da campeã:

https://www.youtube.com/watch?v=81pMs2qfwLY

Como assistir aos desfiles em Vitória

Se você gostou e se animou para o próximo ano, já confere aqui como comprar os ingressos! Para arquibancada as vendas começam entre dois e três meses antes dos desfiles, com valores que variam dependendo do setor. Em 2020 havia ingressos a partir de 50 reais no primeiro lote. As vendas acontecem em pontos físicos e também pela internet, inclusive dos camarotes. Mais informações no site carnavaldevitoria.com.br

E o fato de os desfiles das escolas de samba acontecerem em outra data não significa que os dias de folia sejam tranquilos. Pelo contrário! No período oficial do Carnaval inúmeros blocos de rua tomam conta de Vitória e acontecem também nas demais cidades da Região Metropolitana e por todo o estado, atraindo grande público.

Leia também:
Onde ficar em Vitória e Vila Velha: dicas de hospedagem
O melhor de Vitória e Vila Velha em um passeio no ônibus panorâmico

Ou seja, não há só um Carnaval em Vitória, há dois! Para diferentes estilos de foliões. Tudo isso movimenta bastante a economia e gera renda, com mais ocupações nos hotéis, dando também mais visibilidade ao estado. Eu já tô pronta para 2021!

Não se esqueça dos parceiros do "Mariana Viaja" ao organizar sua viagem!
- Encontre e reserve sua hospedagem em qualquer lugar do mundo pelo Booking sem pagar nada a mais por isso! - Em destinos internacionais o seguro é obrigatório, compare preços pela Real Seguros e escolha o que melhor te atende. - Para estar com internet no celular durante toda a viagem, mesmo fora do Brasil, adquira um chip da EasySim4u. - Vai viajar sozinha? Baixe o ebook com dicas que vão te ajudar no planejamento!
Gostou? Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email