Flip – Festa Literária Internacional de Paraty: o que saber antes de ir

flip-2023-em-paraty-festa-literaria

A Flip – Festa Literária Internacional de Paraty – é o maior evento da região um dos principais eventos do Brasil para quem gosta de literatura. E a Flip 2023 já teve a sua data divulgada pela Prefeitura de Paraty no calendário oficial. Será a 21ª edição da festa.

Para quem quer ir à Flip, é bom já ficar de olho e começar a se programar. Eu estive pela primeira vez no evento em 2022 e adorei. Era uma vontade antiga que finalmente consegui realizar. E agora já quero me programar para a próxima.

Listei aqui algumas informações que considero importantes e que podem ajudar. Vem ver!

Leia também:
Dicas para um fim de semana em Paraty
15 informações históricas sobre a cidade

Quando é a Flip em Paraty 2023?

A data da Flip Paraty em 2023 será entre os dias 26 e 30 de julho. Embora a organização ainda não tenha confirmado nada devido a atrasos na liberação da Lei de Incentivo à Cultura, tudo indica que esta será mesmo a data.

Por ser um mês de férias escolares, a tendência da cidade já é estar mais cheia, o que reforça ainda mais a necessidade de se programar com antecedência, principalmente em relação à reserva da hospedagem.

Pelo Booking é possível reservar com a opção de cancelamento até alguns dias antes da data, caso haja mudança de planos. Foi o que fiz ano passado e acho uma ótima opção. Assim você garante onde ficar em Paraty na Flip, mas com a liberdade de poder cancelar.



Booking.com

Onde é a Flip em Paraty?

flip-paraty-festa-literaria-informacoes

Paraty é uma cidade localizada no litoral sul do estado do Rio de Janeiro, na região chamada Costa Verde. É a última cidade antes da divisa com o estado de São Paulo. Entre seus atrativos estão o Centro Histórico, algumas praias e uma grande variedade de eventos.

Durante a Flip, são montadas tendas e outros espaços, seja para realização de mesas, lançamentos de livros, estantes de vendas, área infantil, bancas de artesanato e lembrancinhas, apresentações culturais e outros. Algumas construções se transformam em “casas de editoras”, onde editoras diversas montam sua própria programação.

E basicamente tudo se concentra na região central, por isso é bom escolher uma hospedagem mais próxima, o que irá facilitar bastante os deslocamentos.

Leia também:
Passeio de barco pelas praias de Paraty

Flip Paraty – onde ficar

A cidade conta com uma grande variedade de hotéis, pousadas e hostels, para todos os gostos e bolsos. De modo geral, as hospedagem dentro do centro histórico tendem a ser mais caras. Minha dica é buscar algo próximo, mas fora dessa área. Assim você conseguirá garantir um preço melhor e estará bem localizado.

Tudo vai depender também do quanto cada um está disposto a andar. Para mim, até 1,5 km do centro histórico é uma distância tranquila. Mas vale observar como é a região, se é movimentada, se tem comércio, opções para comer. Outra opção é a Praia do Pontal, que fica ao lado do centro.

Quem está de carro pode optar por lugares mais distantes – lembrando que os carros não podem circular dentro do centro histórico, mas dá para ir até um local mais perto e estacionar. Veja algumas sugestões:

Veja mais opções de hospedagem em Paraty

Como funciona a Festa Literária de Paraty?

casa-cultura-paraty

Quem quer ver as mesas principais da Flip precisa comprar ingressos com antecedência para ter acesso à tenda onde as mesas acontecem. Eles são vendidos no site oficial e há preços especiais para moradores da cidade.

Para quem não quiser ou não puder comprar os ingressos (porque os preços são mesmo salgados), do lado de fora dessa tenda tem a Praça do Telão com transmissão em tempo real das mesas para que o público possa acompanhar gratuitamente.

E, fora essas mesas, toda a programação da Flip é totalmente gratuita. Há informativos impressos disponíveis em alguns lugares com a programação completa. Também há QR Codes espalhados por alguns pontos da cidade, é só escanear e ter acesso à programação no celular.

Como são muitos eventos e é impossível fazer tudo. Então a minha dica principal é selecionar os que mais te agradam, ter atenção aos horários (contando os deslocamentos entre um e outro) e chegar com antecedência para garantir um lugar, pois costumam lotar.

Outra dica importante é em relação ao calçado, já que as ruas do centro histórico são de pedras. A melhor opção é tênis esportivo. Outros tipos de tênis e também rasteirinhas podem funcionar, mas eu sigo preferindo o tênis de caminhada mesmo.

Por fim, vale lembrar que os vídeos de todas as palestras das mesas oficiais ficam disponíveis no site da Flip para quem quiser conferir depois.

flip-paraty-como-funciona

Posando com meu livro na mesa onde acontecem as sessões de autógrafos

Quem é o homenageado da Flip?

A cada edição a Flip homenageia um escritor diferente, com mesas e debates focados na história e na obra do mesmo, além de estandes especiais com vendas dos livros.

Ao longo das 20 edições, em apenas quatro delas as homenageadas foram mulheres: Clarice Lispector (2005), Ana Cristina Cesar (2016), Hilda Hilst (2018) e Maria Firmina dos Reis (2022).

Os demais foram todos homens: Vinícius de Moraes (2003), Guimarães Rosa (2004), Jorge Amado (2006), Nelson Rodrigues (2007), Machado de Assis (2008), Manuel Bandeira (2009), Gilberto Freyre (2010), Oswald de Andrade (2011), Carlos Drummond de Andrade (2012), Graciliano Ramos (2013), Millôr Fernandes (2014), Mário de Andrade (2015), Lima Barreto (2017), Euclides da Cunha (2019).

O nome de 2023 ainda não foi divulgado.

Free tour pelo centro histórico de Paraty

O que fazer na Flip

arvore-de-livros-flip-paraty

Deitada em um puff sob a árvore de livros, um dos espaços que mais gostei

  • – Visitar as casas das editoras, com lançamentos e publicações diversas;
  • – Ir ao estande principal, que também reúne publicações de várias editoras;
  • – Assistir à programação oficial, na tenda ou na transmissão gratuita no telão;
  • – Acompanhar outras mesas, debates e recitais realizadas nas casas das editoras;
  • – Conferir as apresentações culturais Off-Flip que acontecem paralelamente;
  • – Comprar livros (no geral os preços não são promocionais, são preços de mercado);
  • – Conhecer seus escritores favoritos na Tenda dos Autores e na Tenda dos Autógrafos;
  • – Pegar marcadores de livros distribuídos gratuitamente (úteis e ótima lembrança do evento);
  • – Andar (e se permitir se perder) pelas ruas do centro histórico observando o movimento;
  • – Ver as exposições que são realizadas em vários espaços pela cidade;
  • – Circular pelas lojinhas charmosas e sentar em um dos bares ou restaurantes com mesinhas externas.

barzinhos-paraty

Com todas essas informações vai ficar mais fácil se programar para a Flip 2023 em Paraty! Eu acompanho sempre também pelo instagram @flip_se, por lá informam tudo. E nas próximas edições espero estar lá – quem sabe a gente até não se encontra?

Conheça meu livro de crônicas "Eu não quero chegar a lugar algum" e entre em contato para adquirir o seu no formato digital ou físico.
Gostou? Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email