A Lisboa de Fernando Pessoa
lisboa-fernando-pessoa-lugares-estatua
"Outra vez te revejo - Lisboa e Tejo e tudo - Transeunte inútil de ti e de mim, Estrangeiro aqui como em toda a parte, Casual na vida como na alma." Álvaro de Campos (Heterônimo de Fernando Pessoa) - Lisbon Revisited (1926) Impossível pensar em Fernando Pessoa sem pensar em Lisboa. O poeta sempre foi um apaixonado por sua terra natal. Ele não gostava de viajar, a menos que fosse algo extremamente necessário, mas, em compensação, adorava passear pela própria...

Read More