O que conhecer no Catar, país sede da Copa do Mundo 2022

o-que-fazer-no-catar

Quem pretende viajar para acompanhar de perto os jogos da Copa do Mundo de 2022, certamente precisa saber o que conhecer no Catar, para intercalar as partidas com momentos de turismo.

Mesmo quem vai ficar por aqui (oi!) vendo tudo apenas pela TV, também pode gostar de descobrir o que tem para fazer no país sede da competição, já que, quando o assunto é turismo, o Catar não é um destino tão falado. Mas há boas opções de passeios.

Localizado no Golfo Pérsico, na fronteira com a Arábia Saudita, o Catar é um dos sete Estados Árabes. Um país pequeno, mas com muitas paisagens fantásticas, além de construções que se destacam pela arquitetura e muita história.

Vou focar aqui em três cidades: as duas nas quais o Brasil fará jogos na primeira fase – Doha, a capital, e Lusail, onde fica o maior estádio, que sediará também a final – e Al Khor, onde será a abertura da Copa. Possivelmente estes serão os principais destinos dos brasileiros que vão conhecer o Catar.

Leia também:
Países do grupo do Brasil na Copa

Principais cidades para conhecer no Catar

Doha

A capital do Catar é uma cidade multicultural, um lugar que une construções tradicionais com shoppings e prédios modernos. Por ser litorânea, também é possível um passeio de barco pela baía e observar a cidade de um ângulo diferente, que fica especialmente bonito no pôr do sol.

Em Doha o Brasil irá enfrentar a seleção da Suíça, no segundo jogo da fase de grupos da Copa do Mundo. A partida será no moderno Stadium 974.

o-que-fazer-no-catar-doha

Imagem de Konevi por Pixabay

Algumas opções de passeios para fazer em Doha:

  • Souq Waqif: um mercado tradicional, com muitas lojinhas, ótimo para comprar artesanato e lembrancinhas, conhecer mais da cultura local e provar novos sabores.
  • Doha Corniche: calçadão na Baía Oeste da cidade, com muitos cafés e restaurante, e de onde se tem uma das vistas mais bonitas.
  • Al Zubarah Fort: um forte icônico do deserto do Catar, construído nos séculos XVIII e XIX, hoje funciona como museu.
  • The Aspire Tower: é o edifício mais alto do Catar, um arranha-céu de 300 metros de altura, onde é possível subir até o topo.
  • Museum of Islamic Art: museu de arte islâmica tem obras de mais de 1400 anos, de diferentes lugares do mundo islâmico, e é considerado o marco cultural mais importante do país.
  • Stadium 974: construído com inspiração nas navegações marítimas e no comércio internacional, atividades comuns no país, foi feito com 974 contêineres (número que também representa o código de discagem internacional) e será desmontado depois da Copa.
  • Outros estádios: em Doha também haverá jogos da Copa no Ras Abu Aboud, no Al-Thumama, no Education City e no Khalifa, único que não foi construído do zero par a competição

Onde ficar em Doha:



Booking.com

 

Lusail

Com uma população de aproximadamente 200 mil habitantes, Lusail é uma cidade grande, bem estruturada, e que almeja ser reconhecida como a mais inteligente e avançada tecnologicamente – não apenas da região, mas do mundo.

Em Lusail o Brasil irá fazer seu jogo de estreia na Copa, contra a seleção da Sérvia, e também o terceiro jogo da fase de grupos, contra Camarões.

o-que-fazer-no-catar-lusail

km2bp @ Mapillary.com, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Algumas opções de passeios para fazer em Lusail:

  • Crescent Parke: com muito verde, espelhos d’água, quadras esportivas, ciclovias, restaurantes e espaços para recreação infantil.
  • Marina Promenade: um espaço aberto com fontes luminosas e barracas de comidas, onde em dezembro acontece o Light Me Lusail, o festival anual de luzes, que deixa o céu iluminado com diferentes tons.
  • Place Vendôme: centro de lazer e entretenimento da cidade, é como se fosse um grande shopping com lojas de luxo e muitos restaurantes.
  • Lusail Stadium: é um dos maiores e mais importantes da Copa do Catar, onde será realizada a final da competição. Tem capacidade para 86 mil pessoas e um design inspirado nas tradicionais lanternas locais.

Onde ficar em Lusail:



Booking.com

 

Outras cidades com jogos da Copa

Além de Doha e Lusail, onde acontecem os primeiros jogos do Brasil, outras três cidades do Catar sediarão partidas da Copa do Mundo. Inclusive o Brasil pode jogar em uma delas na segunda fase, dependendo de como acontecer a classificação.

Al-Khor

Fica a 60 km da capital e vai receber as semifinais no estádio Al-Bayt, construído em um formato que lembra as tendas dos povos beduínos.

Al-Wakrah

O estádio Al-Janoub tem um estilo curvo inspirado nos barcos de pesca de pérola da Península Arábica e fica a apenas 20 km de Doha, com acesso de metrô.

Al-Rayyan

Uma das cidades mais tradicionais do país, bem próxima de Doha e à beira do deserto, ganhou um estádio com o mesmo nome, onde acontecerão partidas das quartas de final.

Questões humanitárias no Catar

Um ponto que vem sendo levantado quando o assunto é viajar para o Catar é a forma absurda como as leis do país lidam com questões humanitárias, especialmente as abordagens rígidas em relação às demonstrações públicas de afeto entre pessoas do mesmo sexo.

O presidente da Fifa, diplomaticamente, claro, disse que todos serão bem-vindos. Já o comandante das forças de segurança do país, major-general Abdulaziz Abdullah Al Ansari, disse que não pode garantir a segurança de pessoas LGBTQIA+ durante a Copa e que manifestações públicas com a bandeira arco-íris estão proibidas.

Um absurdo sem fim em pleno 2022 e que tem feito muita gente questionar os motivos da Fifa ter topado fazer um evento tão grandioso e importante em um país que declaradamente não está aberto a receber todas as pessoas em condições de igualdade. (PS: é claro que todos nós sabemos os motivo$, mas de toda forma é importante questionar para que esse tipo de situação não se repita em Copas futuras).

O papo é aquele de que “respeitamos as diferentes culturas e esperamos que outras culturas respeitem a nossa” – mas não há como respeitar uma cultura que desrespeita pessoas, seja pela orientação sexual ou qualquer outra razão.

Mas, embora seja um país conservador em muitos pontos, inclusive em relação às mulheres, paradoxalmente é também um país bom e seguro para viajar sozinha e há muitas coisas boas para conhecer no Catar. Quem me contou isso foi a Amanda, do blog As Viagens de Trintim, em um papo que tive com ela no Dedo de Prosa, série que vídeos que fiz durante algum tempo no Youtube. Assista aqui:

 

Foto principal:
FLASHPACKER TRAVELGUIDE, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons

Conheça meu livro de crônicas "Eu não quero chegar a lugar algum" e entre em contato para adquirir o seu no formato digital ou físico.