Mais de 20 lugares em São Paulo para conhecer de graça

lugares-passeios-gratuitos-em-sao-paulo

Eu adoro a quantidade e a variedade de lugares gratuitos em São Paulo. Além de serem passeios bem legais para fazer, é também uma forma de economizar durante a viagem.

Nas muitas vezes em que já estive na cidade, conheci alguns que gostei bastante, em vários faço questão de voltar sempre que dá. Listei 21 deles aqui e dividi entre os de lazer, os culturais, os museus e outros.

Acompanhe o blog também no Facebook!

O que fazer de graça em São Paulo

Lazer

– Parque do Ibirapuera

Um grande espaço verde em meio aos prédios enormes da cidade, o parque é um ótimo lugar para curtir a natureza, além de ter pistas de caminhada/corrida e de ciclismo, quadras esportivas, grafites coloridos, museus e espaços para apresentações culturais. Adoro andar por lá, tem muita coisa boa para ser vista! Em 2015 foi considerado pelo jornal inglês The Guardian como o melhor parque do mundo.

Onde: Av. Pedro Álvares Cabral, Vila Mariana
Quando: todos os dias, de 5h à meia noite
Metrô: estação Ana Rosa (linha azul e linha verde)

– Avenida Paulista

passeios-gratuitos-sao-paulo-av-paulista

O melhor dia para ir à Paulista é aos domingos, quando a avenida fica aberta para as pessoas circularem, sem carros, apenas muita gente caminhando, pedalando, curtindo sozinho em casal ou família. Por todos os lados, muitas manifestações artísticas ao ar livre e também venda de artesanato e comidinhas. É lindo de ver, é lindo estar lá vendo que a rua é do povo, já fui duas vezes e sempre uma energia muito boa!

Quando: todos os domingos de 10h às 18h
Metrô: estação Consolação, Trianon-MASP ou Brigadeiro (linha verde)

– Parque da Juventude

passeios-gratuitos-sao-paulo-parque-juventude

O local se transformou em um grande parque depois da implosão do Complexo Penitenciário do Carandiru. Acho sempre muito bom esses espaços verdes no meio da cidade. Tem áreas de lazer e entretenimento, instalações para quem quer praticar esportes, além de espaço para eventos. Lá fica também a Biblioteca de São Paulo e alguns marcos históricos da época da penitenciária..

Onde: Av. Cruzeiro do Sul, 2.630, Santana
Quando: todos os dias de 6h às 19h
Metrô: estação Carandiru (linha azul)

– Beco do Batman

É uma região na Vila Madalena que se tornou muito frequentada por causa dos muros cheios de arte. São duas pequenas ruas, mas os grafites se espalharam por outros pontos do bairro. E de tempos em tempos vão mudando, então sempre é um passeio diferente. Eu adoro! Existe arte de rua também em outros locais na cidade, veja onde encontrar grafites em São Paulo e saiba mais sobre o Beco do Batman.

Onde: Rua Gonçalo Afonso, Vila Madalena
Quando: todos os dias, por 24h
Metrô: estação Clínicas (linha verde) ou Fradique Coutinho (linha amarela)

Culturais

– Sesc Paulista

passeios-gratuitos-sao-paulo-sesc

O Sesc está presente em vários bairros, sempre com exposições e programação cultural. Eu só conheço o da Paulista, que é um dos mais recentes e tem um mirante no terraço, no 17° andar, com vista da cidade e um café. Quase morri para chegar na beirada, porque é de vidro e quem tem medo pode ficar tenso. Mas que é lindo, isso é! Aos domingos costuma ficar lotado, com fila, mas na semana é tranquilo (só não abre às segundas).

Onde: Av. Paulista, 119, Bela Vista
Quando: domingo de 10h às 19h, terça a sábado de 10h às 22h
Metrô: estação Brigadeiro (linha verde)

– Livraria Cultura

Um dos meus lugares preferidos de São Paulo, talvez até dos preferidos da vida. Tem inúmeras obras, espalhadas por estantes irregulares, além de puffs e outros espaços para quem quer sentar e ler. Passaria um dia todo por lá feliz sem nem perceber… Um detalhe que adoro é a escada que tem títulos de grandes clássicos da literatura!

Onde: Av. Paulista, 2073, Bela Vista
Quando: segunda a sábado de 9h às 22h, domingos de 11h às 20h
Metrô: estação Consolação (linha verde)

Encontre e reserve sua hospedagem em SP!



Booking.com

– Sala São Paulo

O único da lista que ainda não conheço, mas já li várias coisas legais e tenho vontade de ir. É um lugar bem tradicional, a casa da Orquestra Sinfônica do Estado, que recebe outros eventos musicais. Há visitas guiadas, mas é preciso agendar antes. E em alguns domingos acontecem também concertos de música clássica abertos ao público.

Onde: Praça Júlio Prestes, 16, Campos Elíseos
Quando: sábado às 13h30 e domingo às 13h
Metrô: estação da Luz (linha azul e linha amarela)

– Biblioteca Mário de Andrade

passeios-gratuitos-sao-paulo-pateo-do-collegio

Fundada há quase 100 anos, é a maior da cidade e a segunda maior do Brasil. A construção é considerada um marco da arquitetura moderna. Tem uma varandinha com mesas e bancos, onde muitas pessoas param para um descanso durante o dia, e também um auditório com programação cultural. Passei brevemente, mas achei bem bonita – e eu adoro bibliotecas!

Onde: Rua da Consolação, 94, República
Quando: segunda a sexta de 8h às 22h, fins de semana até as 20h
Metrô: estação República (linha vermelha e linha amarela)

– Itaú Cultural

Tem uma vasta programação cultural, com exibição de filmes, peças de teatro e dança, cursos, seminários e exposições. No 4° andar fica uma escadaria e, nas paredes ao redor, 300 ilustrações da fauna e flora brasileiras – ninguém resiste a tirar uma foto dela ou nela. Tem também uma exposição fixa, Coleção Brasiliana, com documentos, objetos e obras de arte que contam a história do Brasil.

Onde: Av. Paulista, 149, Bela Vista
Quando: terça a sexta de 9h às 20h, fins de semana de 11h às 20h
Metrô: estação Brigadeiro (linha verde)

– CCBB

Presente em quatro capitais (além de SP, tem no Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília), é considerado um dos principais centros culturais do país. Tem sempre exposições ótimas, programação educativa para crianças, alguns eventos abertos, além de exibição de filmes, peças de teatro e apresentações musicais (os espetáculos são pagos, mas sempre com preços acessíveis).

Onde: Rua Álvares Penteado, 112, Centro
Quando: quarta a segunda de 9h às 21h
Metrô: estação São Bento (linha azul)

Históricos

– Pátio do Colégio

passeios-gratuitos-sao-paulo-pateo

É a região onde a cidade foi fundada, onde os jesuítas chegaram e onde foram feitas as primeiras construções: uma igreja e uma escola, já demolidos – apenas uma parede da construção original foi mantida. O local é uma praça aberta e a principal atração é o Museu Anchieta – é possível entrar, dentro tem um jardim, um café/restaurante e um museu (que custa R$ 8,00).

Onde: Praça Pateo do Collegio, 2, Centro
Quando: terça a domingo de 9h às 16h30
Metrô: estação República (linha vermelha e linha amarela)

– Catedral da Sé

A Catedral Metropolitana de Nossa Senhora da Assunção, mais conhecida como Catedral da Sé, é maior e a principal igreja da cidade. A construção em estilo neogótico e renascentista foi feita no local onde ficava a primeira igreja de SP, que foi demolida. Ela já foi restaurada algumas vezes, mas sempre mantendo o projeto original. Lá estão os restos mortais dos padres jesuítas Manuel da Nóbrega e José de Anchieta

Onde:  Praça da Sé
Quando: segunda à sexta das 8h às 19h, fins de semana até as 17h
Metrô: estação Sé (linha azul e linha vermelha)

– Theatro Municipal

passeios-gratuitos-sao-paulo-theatro-municipal

Construção luxuosa do início do século XX, foi cenário da Semana de 22 (que deu início ao movimento modernista brasileiro) e já recebeu em seu palco inúmeros artistas. Não cheguei a fazer a visita guiada, que deve ser bem interessante, porque fora isso só dá para ver por fora e alguns lugares internos pelo vidro. Para as visitas é preciso chegar uma hora antes e se inscrever, o limite é de 10 pessoas por grupo.

Onde: Praça Ramos De Azevedo, s/n, República
Quando: terça a sexta às 11h, 13h, 15h, 16h e 17h
Metrô: estação República (linha vermelha e linha amarela)

– Memorial da Resistência

passeios-gratuitos-sao-paulo-memorial-resistencia

É um lugar que guarda a memória da ditadura no Brasil – período recente, mas necessário de ser lembrado, especialmente nos dias de hoje. Funciona no antigo DEOPS, onde muitos foram presos e torturados. Inaugurado há pouco mais de 10 anos, tem informações, documentos e fotos sobre atos de repressão ao longo da história, e espaços que recriam as celas – em uma há áudios de sobreviventes com relatos da época. Muito forte!

Onde: Largo General Osório, 66, Santa Ifigênia.
Quando: quarta a segunda de 10h às 17h30
Metrô: estação da Luz (linha azul e linha amarela)



Booking.com

Museus

– Museu Penitenciário Paulista

passeios-gratuitos-sao-paulo-museu-penitenciario

Fica no local onde era o Carandiru, mas não é exatamente sobre o presídio, e sim sobre a história do sistema penitenciário em SP e no país. No acervo há armas, objetos usados para tatuagens, quadros pintados pelos detentos, fotos de diferentes momentos, trabalhos feitos na ressocialização, entre outras informações. É uma forma humanizada de mostrar o que às vezes é visto e julgado de forma distorcida. Achei muito interessante.

Onde: Av. Zaki Narchi, 1207, Carandiru
Quando: segunda a sexta de 9h às 16h
Metrô: estação Carandiru (linha azul)

– Pinacoteca

passeios-gratuitos-sao-paulo-pinacoteca

Tem entrada gratuita aos sábados. Nos demais dias custa R$ 10,00 (não abre às terças). Além do acervo fixo com obras que acho lindas, tem sempre exposições temporárias bem legais, restaurante e um jardim com esculturas. Também adoro a construção e, recentemente, descobri que as paredes de tijolinhos que sempre achei um charme são assim porque não sobrou dinheiro para finalizar a obra. E acabou virando uma marca!

Onde: Praça da Luz, 02
Quando: quarta a segunda, de 10h às 17h30 (permanência até as 18h)
Metrô: estação da Luz (linha azul e linha amarela)

– Museu do Futebol

Também tem entrada gratuita aos sábados. Nos demais dias custa R$ 15,00 (não abre às segundas e pode ter horários especiais em dias de jogos). Conta a história do futebol brasileiro e mundial, com curiosidades, fotos, camisas, chuteiras e outros objetos, mostrando como o esporte se tornou uma paixão nacional. Fica no Estádio do Pacaembu e é uma boa pedida para quem, como eu, é fã de futebol.

Onde: Praça Charles Miler, s/n, Pacaembu
Quando: terça a domingo de 9h às 18h (entrada até 17h)
Metrô: estação Clínicas (linha verde)

Outros

– Mercado Municipal

passeios-gratuitos-sao-paulo-mercado

Estandes de verduras, frutas, área de restaurantes e bares, venda artesanato, uma mistura de cores, aromas e pessoas… tudo isso em um edifício histórico e muito bonito. Eu adoro visitar mercados e no de SP não seria diferente! Bom para conhecer ou mesmo para sentar e descansar ou fazer uma refeição. O sanduíche de mortadela, com inúmeras fatias, é o mais famoso.

Onde: Rua Cantareira, 306, Centro
Quando: todos os dias de 6h às 18h
Metrô: estação São Bento (linha azul)

– Copan

passeios-gratuitos-sao-paulo-copan

Edifício bem famoso, fica no centro e se tornou um marco de SP. É a maior estrutura de concreto armado do país e mistura apartamentos residenciais e salas comerciais. A principal atração é o terraço no 3° andar, de onde se tem uma vista panorâmica. As subidas são abertas e acontecem duas vezes ao dia, é só chegar na Portaria F com alguns minutos de antecedência.

Onde: Av. Ipiranga, 200, República
Quando: diariamente às 10h30 e 15h30
Metrô: estação República (linha vermelha e linha amarela)

– Bairro da Liberdade

passeios-gratuitos-sao-paulo-liberdade

É o bairro que tem a maior colônia japonesa do mundo fora do Japão. Hoje as influências são não apenas japoneses, mas também chinesas e orientais de modo geral. Tem muitas lojas e restaurantes típicos, o Museu da Imigração Japonesa, feirinha aos domingos, alguns jardins e, por todas as ruas, a iluminação com  as tradicionais lanternas em suporte vermelho que viraram uma marca registrada da região.

Metrô: estação Liberdade (linha azul)

– Praça do Pôr do Sol

passeios-gratuitos-sao-paulo-praca-por-do-sol

Considerado o pôr do sol mais bonito da cidade, reúne sempre muita gente nesta praça para ver o céu quase sempre cinza ganhar tons de alaranjado. A dica é ir no fim do dia, levar uma canga, sentar e ficar curtindo. Sempre há alguns grupos e, eventualmente, há pessoas tocando violão ou algum movimento do tipo.

Onde: Praça Cel. Custódio Fernandes Pinheiro, 334, Alto de Pinheiros
Metrô: estação Vila Madalena (linha verde) ou Faria Lima (linha amarela)

– Esquina da Ipiranga e São João

passeios-gratuitos-sao-paulo-ipiranga-sao-joao

Tá, é só um cruzamento qualquer no centro da cidade, um local caótico como qualquer centro de qualquer grande cidade. Mas ficou imortalizada na música de Caetano Veloso e eu sempre quis passar por lá para ver de perto. Porque eu adoro a dura poesia concreta das esquinas de SP!

Metrô: estação República (linha vermelha e linha amarela)

Veja no mapa as localizações de todos os lugares citados:

Claro que tem muito mais lugares de graça em São Paulo que só esses da lista, a cidade tem sempre coisas novas surgindo, além de muitos que ainda não conheci, inclusive quem tiver mais dicas pode deixar nos comentários que vou adorar.

Ah, vale dizer também que considero São Paulo um ótimo destino para quem quer viajar sozinha! 😉

Para ler ouvindo:

Não se esqueça dos parceiros do "Mariana Viaja" ao organizar sua viagem!
- Encontre e reserve sua hospedagem em qualquer lugar do mundo pelo Booking sem pagar nada a mais por isso! - Em destinos internacionais o seguro é obrigatório, compare preços pela Real Seguros e escolha o que melhor te atende. - Para estar com internet no celular durante toda a viagem, mesmo fora do Brasil, adquira um chip da EasySim4u. - Vai viajar sozinha? Baixe o ebook com dicas que vão te ajudar no planejamento!
Gostou? Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email