Playlist para viajar sozinha: 41 músicas inspiradoras cantadas por mulheres

mulheres-viajam-sozinhas-musicas-playlist

Às vezes música é quase remédio. A gente ouve e a energia já muda! Pensando nisso e pensando no turbilhão de coisas que a gente sente e passa ao viajar sozinha, fiz essa playlist. Porque a gente se questiona, os outros nos questionam, ou apontam sem questionar, bate aquele medo, insegurança… E tenho certeza que todas essas musiquinhas aqui, com letras inspiradoras, vão ajudar a nos convencer de que podemos fazer o que quisermos!

Os critérios foram superpessoais: músicas que eu gosto e todas cantadas por mulheres. Na verdade coloquei o que fui lembrando na medida em que escrevia e possivelmente devo ter deixado várias de fora… Das que escolhi, dividi de forma que possam ser ouvidas em situações específicas, mas não necessariamente. Dá pra colocar no modo aleatório e ouvir – e cantar e dançar – todas a qualquer momento. É só apertar o play e aumentar o volume!

Curta a página do blog no Facebook!

Quando você se questionar se está tomando a atitude certa

Run the World (Beyoncé)

“This goes out to all the women getting it in. Get on your grind to the other men that respect what I do. Please, accept my shine. (…) My persuasion can build a nation. Endless Power. Who run the world? Girls!” [Essa vai para todas as mulheres que estão vencendo. Alcancem seus objetivos! Para todos os homens que respeitam o que eu faço. Por favor, aceitem meu brilho. (…) Minha persuasão pode construir uma nação. Poder infinito! Quem comanda o mundo? Garotas!]

Eu tô na luta (Karol Conka)

“Por isso eu peço força e proteção. Bênção não tem preço, cada luta é uma missão. (…) Já cai, levantei e hoje eu venci. Papo de: não vai dar certo também já ouvi. Sou do gueto, mais respeito que hoje eu tô aqui. (…) Se é pra vencer deixa quem sabe fazer. Eu tô na luta, sou mulher, posso ser o que eu quiser!”

That’s My Girl (Fifth Harmony)

“You’ve been down before. You’ve been hurt before. You got up before. You’ll be good to go, good to go. (…) Ain’t nothing, ain’t nothing, ain’t nothing. Put your heart and your soul in it!” [Você já ficou para baixo antes, já se machucou antes, já se levantou antes. Você estará pronta para ir. (…) Isso não é nada, não é nada. Coloque seu coração e sua alma nisso!]

Pagu (Rita Lee)

“Eu sou pau pra toda obra. Deus dá asas à minha cobra. Minha força não é bruta. Não sou freira, nem sou puta… Porque nem toda feiticeira é corcunda, nem toda brasileira é bunda. Meu peito não é de silicone. Sou mais macho que muito homem!”

Independent Woman (Destiny’s Child)

“All the women who are independent throw your hands up at me. All the honeys who makin’ money throw your hands up at me. (…) Who would I want if I would wanna live. I worked hard and sacrificed to get what I get.” [Todas as mulheres que são independentes joguem suas mãos para o alto. Todas as que fazem seu próprio dinheiro joguem suas mãos para o alto para mim. (…) Faço o que eu quero, vivo como eu quero viver. Eu dei duro e me sacrifiquei para conseguir o que consegui.]

Déja vu (Pitty)

“Nenhuma doutrina me convence, nenhuma resposta me satisfaz, nem mesmo o tédio me surpreende mais. Mas eu sinto que eu tô viva, a cada banho de chuva que chega molhando o meu corpo. (…) E não há razão que me governe, nenhuma lei pra me guiar, eu tô exatamente aonde eu queria estar!”

Solta na vida (Ellen Oléria)

“Medo da vida, desconhecido. Nina Simone no meu ouvido. Morro de atrevida, não esmorecida. (…) Se existe destino não sei, axé não negocio. Nem sempre a morte chega com aviso. Eu tô ligada já conheci palma e vaia. (…) E eu tô solta na vida! Solta na vida!”

Leia histórias minhas e de outras mulheres que viajam sozinhas.

Quando precisar levantar a autoestima

All About That Bass (Meghan Trainor)

“Because you know I’m all about that bass, ‘bout that bass, no treble… Yeah it’s pretty clear, I ain’t no size two. But I can shake it, shake it like I’m supposed to do. Cause I got all the right junk in all the right places. (…) If you got beauty beauty just raise ‘em up, cause every inch of you is perfect, from the bottom to the top!” [Você sabe, eu sou mais um corpo violão, não um tipo flauta. Está bem claro, não visto 38. Mas posso rebolar, rebolar, como devo fazer, pois tenho todas as gostosuras nos lugares certos. (…) Se você tem beleza, eleve-a! Pois cada pedacinho seu é perfeito, de baixo até o topo!”]

Sou como sou (Preta Gil)

“Quer saber? Sou como sou Não quero me encaixar em nenhum padrão Pode crer, sou como sou. Não preciso ser galã de televisão. Eu não, eu não.”

Born This Way (Lady Gaga)

“There’s nothin’ wrong with lovin’ who you are. So hold your head up, girl, and you’ll go far. Listen to me when I say: I’m beautiful in my way, ‘Cause God makes no mistakes. I’m on the right track, baby, I was born this way. Don’t hide yourself in regret just love yourself and you’re set.” [Não há nada de errado em amar quem você é. Então levante a a cabeça, garota, e você irá longe. Me ouça quando digo: Eu sou bonita do meu jeito, pois Deus não comete erros. Estou no caminho certo, eu nasci assim. Não se cubra de arrependimentos, apenas ame a si mesma e você estará bem.]

Cores (Anavitória)

“Solte seu cabelo, pinte as unhas de vermelho, se enfeite no espelho, troque o tom do batom. Amanhã é primavera, o seu inverno já passou. Saia e veja o jardim onde nunca pisou.”

Try (Colbie Caillat)

“You don’t have to try so hard. You don’t have to give it all away. You just have to get up, get up, get up, get up. You don’t have to change a single thing. (…) Take your makeup off, let your hair down, take a breath, look into the mirror at yourself. Don’t you like you? ‘Cause I like you!” [Você não precisa se esforçar tanto. Você não tem que dar tudo. Você só tem que se levantar. Você não tem que mudar nada. (…) Tire sua maquiagem, deixe seu cabelo solto, respire profundamente, olhe-se no espelho. Você não gosta de você? Porque eu gosto de você!]

Menina Pretinha (MC Soffia)

“Menina pretinha, exótica não é linda. Você não é bonitinha, você é uma rainha. (…) Sou criança, sou negra, também sou resistência. Racismo aqui não, se não gostou, paciência!”

Perigosa (As Frenéticas)

“Eu sei que eu sou bonita e gostosa. E sei que você me olha e me quer. Eu sou uma fera de pele macia. Cuidado, garoto, eu sou perigosa!”

Quando o(a) crush encrencar e/ou criticar suas escolhas

Tá pra nascer homem que vai mandar em mim (Valesca Popozuda)

“Tá para nascer homem que vai mandar em mim. Tá para nascer alguém que vai me esculachar. Tá para nascer e eu já falei pra tu. Se ficar me enchendo o saco mando tomar…”

Wannabe (Spice Girls)

“If you want my future, forget my past. If you wanna get with me, better make it fast. (…) I’ll tell you what I want, what I really really want. So tell me what you want, what you really really want.” [Se você quer meu futuro, esqueça meu passado. Se você quer ficar comigo, é melhor ir rápido. (…) Eu te direi o que quero, o que eu realmente quero. Então me diga o que você quer, o que você realmente quer.”]

Folgado (Marília Mendonça)

“Não venha não. Eu vivo do jeito que eu quero. Não pedi opinião. Você chegou agora e ta querendo mandar em mim. Da minha vida cuido eu. (…)Ta querendo pegar no pé. Você nunca me deu a mão. Eu não sou obrigada a viver dando satisfação.”

I’m like a bird (Nelly Furtado)

“And though my love is rare. And though my love is true. Hey, I’m just scared that we may fall through… I’m like a bird, I’ll only fly away. I don’t know where my soul is, I don’t know where my home is…” [E ainda que meu amor seja raro, e ainda que meu amor seja verdadeiro, só estou com medo de nós não darmos certo. Sou como um pássaro, eu vou voar por aí. Não sei onde está minha alma, não sei onde está meu lar…]

Quem sabe sou eu (Iza)

“Sinto muito, o azar é seu. Abre o olho, eu tô na moda. E quem manda em mim sou eu. (…) Quero ser feliz, agora é a vera. Pra você já deu, seu tempo passou. Não tô de bobeira, sou bem resolvida, comigo não cola, seu papo não rola, já tô de saída.”

1° de julho (Cássia Eller)

“Não basta o compromisso, vale mais o coração. Já que não me entendes, não me julgues. (…) Sou fera, sou bicho, sou anjo e sou mulher. Sou minha mãe e minha filha, minha irmã, minha menina. Mas sou minha, só minha e não de quem quiser!”

Quando começarem a dar palpite na sua vida

Tombei (Karol Conka)

“Baguncei a divisão, esparramei. Peguei sua opinião, 1-2 pisei. Se der palpitação, não dá nada, conta até três. (…) Já falei que é no meu tempo. As minhas regras vão te causar um efeito. É quando eu quero, se conforma, é desse jeito. Já que é pra tombar, tombei (bang bang).”

Can’t Hold Us Down (Christina Aguilera)

“So what, am I not supposed to have an opinion? Should I be quiet just because I’m a woman? (…) Thinkin’ all women should be seen not heard. So what do we do girls, shout out loud. Letting ‘em know we’re gonna stand our ground. (…) Nobody can hold us down. Never can never will!” [E aí? Eu não posso ter opinião? Devo ficar quieta só porque sou mulher? (…) Pensam que toda mulher deve ser vista e não ouvida. Então o que fazemos, garotas? Gritamos bem alto. Ninguém pode nos controlar. Nunca puderam, nunca poderão!]

24 horas por dia (Ludmilla)

“Tu não tem nada pra fazer e fica nessa agonia. Fala de mim, pensa em mim, 24 horas por dia. Só sabe o meu primeiro nome e acha que me conhece. Olha, se põe no seu lugar e vê se comigo não se mete…”

Flawless (Beyoncé – ft. Chimamanda Ngozi Adichie)

“Wake up, flawless. Post up, flawless. Ridin round in that, flawless. Flossing on that, flawless. This diamond, flawless. My diamond, flawless. This rock, flawless. My rock, flawless. I woke up like this. We flawless!” [Você acorda, perfeita. Vai pra rua, perfeita. Anda por aí, perfeita. Exibindo, perfeita. Este diamante, perfeito. O meu diamante, perfeito. Esta pedra, perfeita. Minha pedra, perfeita. Eu acordo assim. Somos perfeitas!]

Suddenly I see (KT Tunstall)

“I feel like walking the world, like walking the world. You can hear she’s a beautiful girl, she’s a beautiful girl. She fills up every corner like she’s born in black and white. Makes you feel warmer when you’re trying to remember what you heard (…) Suddenly I see this is what I wanna be!” [Sinto vontade de atravessar o mundo. Você consegue ouvir, ela é uma garota linda. Ela preenche cada esquina como se tivesse nascido em preto e branco. E faz você ficar atento quando tenta lembrar. (…) De repente percebo, é isso que eu quero ser.]

Velha e louca (Mallu Magalhães)

“Pode avisar que eu não vou, eu tô na estrada. Eu nunca sei da hora, eu nunca sei de nada… Nem vem tirar meu riso frouxo com algum conselho, que hoje eu passei batom vermelho. Eu tenho tido a alegria como dom e em cada canto eu vejo o lado bom. (…) Pode falar, não importa, o que tenho de torta eu tenho de feliz…”

Selvática (Karina Buhr)

“Não lhe devemos nada, não nos verás na escuridão como capacho. (…) Selváticas, de vitórias surpreendentes munidas. Selváticas, elas não necessitam seu elogio. Ela transgride sua orientação. E no final ideal não terás domínio sobre mulher alguma!”

Quando se lembrar do(a) embuste que tentava te diminuir

Survivor (Destiny’s Child – versão de Clarice Falcão)

“Now that you’re out of my life i’m so much better. You thought that I’d be weak without you but I’m stronger. (…) I’m a survivor, I’m gonna make it, I will survive, keep on survivin’.” [Agora que você está fora da minha vida eu estou muito melhor. Você pensou que eu estaria fraca sem você, mas eu sou mais forte. (…)  Eu sou uma sobrevivente, eu vou sobreviver, continuar sobrevivendo.]

Loka (Simone & Simaria e Anitta)

“Deixa esse cara de lado você apenas escolheu o cara errado, sofre no presente por causa do seu passado. Do que adianta chorar pelo leite derramado? Põe aquela roupa e o batom, entra no carro, amiga, aumenta o som! E bota uma moda boa, vamos curtir a noite de patroa…”

Stronger (Kelly Clarkson)

“You know the bed feels warmer sleeping here alone. You know I dream in color and do the things I want. (…) What doesn’t kill you makes you stronger. Stand a little taller. Doesn’t mean I’m lonely when I’m alone…” [Sabe, a cama parece mais quente quando durmo aqui sozinha. Você sabe, eu sonho colorido e faço as coisas que eu quero. (…) O que não te mata, te deixa mais forte. Erga-se mais alto. Não significa que estou solitária quando estou sozinha…]

Decote (Preta Gil e Pabllo Vittar)

“Você duvidava que eu era capaz. Estou aqui, consegui até mais. (…) Eu bem que te falei que eu era mais forte. Agora boa sorte! Eu me libertei. Agora é minha vez!”

I will survive (Gloria Gaynor)

“At first, I was afraid, I was petrified. Kept thinkin’ I could never live without you by my side. But then I spent so many nights thinkin’ how you did me wrong. And I grew strong. And I learned how to get along. (…) Did you think I’d lay down and die? Oh no, not I! I will survive!” [No início eu tive medo, fiquei paralisada, pensando que nunca conseguiria viver sem você ao meu lado. Então eu passei muitas noites pensando como você me fez mal. E eu me fortaleci. Eu aprendi como ficar bem. (…) Você pensou que eu morreria? Eu não! Eu vou sobreviver!]

Acreditar (Beth Carvalho – versão Vanessa da Matta)

“Acreditar, eu não. Recomeçar, jamais. A vida foi em frente e você simplesmente não viu que ficou pra trás. (…) E eu que agora moro nos braços da paz, ignoro o passado que hoje você me traz…”

Maria da Vila Matilde (Elza Soares)

Aqui você não entra mais. Eu digo que não te conheço e jogo água fervendo se você se aventurar. (…) Eu quero ver você pular, você correr, na frente dos vizinhos. Cê vai se arrepender de levantar a mão pra mim!”

Quando só quiser soltar a voz e se sentir incrível

Girls Just Wanna Have Fun (Cyndi Lauper)

“But girls they wanna have fun! Oh girls just wanna have… That’s all we really want some fun! When the working day is done, oh girls they wanna have fun!” [Mas as garotas, elas querem se divertir! Oh, garotas só querem… Isso é tudo o que nós realmente queremos, um pouco de diversão. Quando o dia de trabalho termina, garotas querem se divertir!]

Firework (Katy Perry)

“Do you know that there’s still a chance for you. ‘Cause there’s a spark in you. You just gotta ignite the light and let it shine. (…) ‘Cause baby, you’re a firework! Come on let your colors burst. You’re gonna leave them all in awe!” [Você sabe que ainda existe uma chance para você. Pois há uma faísca em você. Você só tem que acender a luz e deixá-la brilhar. Pois, amor, você é como fogos de artifício! Deixe suas cores explodirem. Você deixa todos admirados!]

Put your records on (Corinne Bailey Rae)

“Girl, put your records on, tell me your favorite song, you go ahead, let your hair down, Sapphire and faded jeans, I hope you get your dreams, just go ahead, let your hair down… You’re gonna find yourself somewhere, somehow.” [Garota, coloque seu som para tocar, me diga sua musica favorita, vá em frente, relaxe. Safira e jeans desbotado, espero que conquiste seus sonhos. Apenas vá em frente, relaxe… Você se encontrará em algum lugar, de alguma forma.]

Maria Maria (Elis Regina)

“Mas é preciso ter força, é preciso ter raça, é preciso ter gana sempre. Quem traz no corpo a marca, Maria Maria, mistura dor e alegria. Mas é preciso ter manha, é preciso ter graça, é preciso ter sonho sempre. Quem traz na pele essa marca possui a estranha mania de ter fé na vida!”

Show das Poderosas (Anitta)

“Solta o som, que é pra me ver dançando! Até você vai ficar babando! Para o baile pra me ver dançando. Chama atenção à toa, perde a linha, fica louca…”

Man! I Feel Like a Woman (Shania Twain)

“I’m going out tonight, I’m feelin’ alright, gonna let it all hang out. Wanna make some noise, really raise my voice, yeah, I wanna scream and shout. (…) The best thing about being a woman is the prerogative to have a little fun!” [Vou sair esta noite, estou me sentindo bem, vou ficar totalmente relaxada. Quero fazer um pouco de barulho, levantar minha voz, quero gritar e berrar. (…) A melhor coisa de ser uma mulher é a prerrogativa de ter um pouquinho de diversão!]

Tudo que for leve (Alice Caymmy)

“Eu quero amor, eu quero tudo que for bem colorido, tudo que for leve. Não me atrapalhe, eu tenho um objetivo e a vida é breve. Faço dos meus dias uma festa e os meus amigos eu levo no bolso. No coração os meus parentes e entes e os presentes que a vida me dá…”

E na sua playlist, que música não pode faltar?
Qual ou quais você acrescentaria nesta lista?

Gostou? Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn0Email this to someone